Publicidade

cotidiano

Amparo promove ações na abertura do "Dezembro Vermelho"

Serão feitos testes rápidos e orientações sobre a campanha nacional de prevenção ao HIV/Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis

| ACidade ON - Circuito das Águas -

Amparo tem ações de conscientização sobre a campanha "Dezembro Vermelho" (Foto: Pixabay)
 Amparo inicia nesta quarta-feira (1), com continuidade até o dia 7 de dezembro, a realização de testes rápidos e orientações relacionadas à campanha nacional de prevenção ao HIV/Aids e outrasdoenças sexualmente transmissíveis. A ação é parte da Campanha Mundial "Dezembro Vermelho" 

O primeiro dia do mês marca o Dia Mundial de Combate à Aids, e dezembro o mês de conscientização sobre o tema. Confira as ações promovidas pela Secretaria de Saúde de Amparo. 

Quarta-feira 1 de dezembro
Ação
: Oferta de testes rápidos, das 8h às 12h no Ambulatório de Especialidades do Centro, "Postão"
Endereço: Avenida Dr. Carlos Burgos, s/n, Centro, Amparo-SP 

Sexta-feira, dia 3 de dezembro
Ação
: O Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) realiza distribuição de autoteste para HIV e abordagem explicativa sobre a síndrome, na rua onde se concentra os bares da cidade, a partir das 20h
Endereço: Rua XV de Novembro, s/n, Centro, Amparo-SP 

Sábado, dia 4 de dezembro
Ação:
Distribuição de autoteste para HIV e abordagem explicativa sobre a síndrome no terminal Central, das 8h às 12h
Endereço: Rua Prefeito Raul de Oliveira Fagundes, 5, Centro, Amparo-SP 

Segunda-feira, dia 6 de dezembro
Ação
: Oferta de testes rápidos, das 8h às 12hs, na USF São Dimas.
Endereço: Rua Afonso Geremias, 291, Jardim São Dimas, Amparo-SP 

Terça-feira, dia 7 de dezembro
Ação
: Equipe da Secretaria de Saúde passa orientações às pessoas em duas ruas comerciais da cidade, das 8h30 às 10h30
Endereços:
Rua Treze de Maio, s/n, Centro, Amparo-SP
Rua Comendador Guimarães, s/n, Amparo-SP

Sobre o "Dezembro Vermelho" 

O primeiro dia de dezembro marca a data estabelecida pelas Assembleia Mundial da Saúde, como o de combate à Aids e serve para reforçar a solidariedade, tolerância, compaixão com as pessoas infectadas pela síndrome. 

O símbolo da campanha é um laço vermelho e surgiu em 1991 por meio de um grupo de artistas de Nova Iorque, nos Estados Unidos, em homenagem a um amigo que havia morrido em decorrência da doença.


Mais notícias


Publicidade