Aguarde...

cotidiano

Amparo adota regras das fases vermelha e laranja do Plano SP

Medida foi tomada pelo prefeito Carlos Alberto Martins por conta do avanço da covid-19; serão seis dias na vermelha e cinco na fase laranja

| ACidade ON - Circuito das Águas

 
Estância hidromineral de Amparo (Foto: ACidade ON Circuito de Águas)
 O prefeito Carlos Alberto Martins (MDB) determinou nesta quarta-feira (13) o retrocesso de Amparo à fase vermelha, nos dois próximos finais de semana, e à fase laranja, de segunda-feira (18) a quinta-feira (21) da semana que vem. As etapas são as mais restritivas do Plano São Paulo de flexibilização econômica. O decreto passa a valer na sexta-feira (15) e segue pelos próximos dez dias.  

A justificativa usada para a tomada da decisão é o avanço da covid-19 na cidade. De acordo com a Secretaria de Saúde, a estância contabilizou mais de 300 casos só nos primeiros 13 dias de 2021. Só nesta terça-feira (13) foram 130 novos casos, de acordo com o boletim epidemiológico. 

Outro fator que pesou na decisão foi a taxa de ocupação de leitos destinados a pacientes com covid-19, que há 13 dias está em 100%, ou mais, nos dois hospitais do município: Santa Casa Anna Cintra e Hospital beneficência Portuguesa.  

Como funciona
De acordo com o decreto, Amparo permanece na fase vermelha nos dias 15. 16, 17, 22, 23 e 24 de janeiro, finais de semana entre sexta-feira e domingo. De segunda-feira, dia 18, até quinta-feira, dia 21, a fase adotada é a laranja, um pouco mais branda que a vermelha, porém, mais restritiva que a atual amarela. Confira abaixo.    

Fase vermelha: a partir das 18h de sexta-feira (15) até 23h59 de domingo (17) 
Fase laranja: a partir da 0h de segunda-feira (18) até 17h59 do dia 22 de janeiro 
Fase vermelha: a partir das 18h do dia 22 de janeiro até 23h59 do dia 24 de janeiro

"Os hospitais estão com 100% de suas ocupações habilitadas e adaptando eventuais outras áreas físicas para poder atender a demanda. Os números e os dados epidemiológicos são reais e preocupantes. A própria saúde privada já está transferindo os seus pacientes para internação para fora do município. Isso significa dizer que, neste momento, nem com os recursos próprios os munícipes conseguirão acesso ao sistema de internação", diz o secretário de Saúde de Amparo, Fernando Gabriel Cazoto. 

Após o prazo do decreto ser cumprido, a Prefeitura de Amparo pode preparar um novo documento que venha a manter a restrição ou promover a abertura com a volta à fase amarela.  

No entanto, na sexta-feira (15), o governador do Estado, João Doria (PSDB), faz, de forma antecipada, uma atualização da flexibilização da quarentena e há boas chances de toda a região retroceder de fase.  

"Estamos próximos da chegada da vacina e vamos apresentar o mais breve possível o cronograma para os grupos prioritários. Estamos conversando com comércio, hotelaria e cidades vizinhas que utilizam os leitos SUS - Sistema Único de Saúde, dos hospitais de Amparo para juntos minimizarmos os prejuízos, mas, acima de tudo, salvarmos vidas", enfatiza Carlos Alberto Martins.  

Fase vermelha 

Fechado
Comércio de rua e shoppings
Bares e restaurantes
Salões de beleza, cabeleireiros e similares
Academias e centros esportivos  

Serviços essenciais
Saúde: hospitais, clínicas, farmácias, clínicas odontológicas, lavanderias e estabelecimentos de saúde animal; 

Alimentação: supermercados, hipermercados, açougues e padarias, lojas de suplemento, feiras livres. É vedado o consumo no local;  

Bares, lanchonetes e restaurantes: serviços de entrega (delivery) e que permitem a compra sem sair do carro (drive-thru). Válido também para lojas em postos de combustíveis;  

Abastecimento: cadeia de abastecimento e logística, produção agropecuária e agroindústria, transportadoras, armazéns, postos de combustíveis e lojas de materiais de construção;  

Logística: estabelecimentos e empresas de locação de veículos, oficinas de veículos, transporte público coletivo, táxis, aplicativos de transporte, serviços de entrega e estacionamentos; 

Serviços gerais: lavanderias, serviços de limpeza, hotéis, manutenção e zeladoria, serviços bancários (incluindo lotéricas), serviços de call center, assistência técnica de produtos eletroeletrônicos e bancas de jornais;
Segurança: serviços de segurança pública e privada;  

Comunicação social: meios de comunicação social, inclusive eletrônica, executada por empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora e de sons e imagens;  

Construção civil, agronegócios e indústria: sem restrições;   

Fase Laranja
Todos os setores de comércio e serviços passam a ser permitidos. A exceção é o atendimento presencial em bares, que continua proibido  

Capacidade de ocupação: antes era de 20% e vai para 40% em todos os setores.  

Funcionamento máximo: ampliado de 4 para 8 horas por dia.  

Horário de fechamento: atendimento presencial só poderá ser feito até 20h.  

Parques estaduais, salões de beleza e academias: poderão abrir.

Fase amarela  

Todas as atividades podem funcionar, exceto as não essenciais que geram aglomeração  

Capacidade limitada a 40% de ocupação para todos os setores  

Funcionamento máximo de estabelecimentos limitado a 12 horas por dia, com exceção de restaurantes que podem abrir por até 10 horas diárias, segundo o estado 

Parques estaduais abertos  

Restrição de atendimento presencial até as 20 horas em bares  

Restrição de atendimento presencial até as 22 horas em todos os demais estabelecimentos


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON