Aguarde...

cotidiano

Serra Negra proíbe consumo em restaurantes e fecha academias

"Pacote" com novas medidas foi anunciado hoje e entra em vigor na segunda-feira (7); pontos turísticos também serão fechados e as aulas presenciais suspensas

| ACidade ON - Circuito das Águas

Centro de Serra Negra na tarde desta sexta-feira (4) (Foto: Divulgação)
 Serra Negra anunciou na tarde desta sexta-feira (4) a suspensão das aulas presenciais nas redes municipal, estadual e particular de ensino a partir de segunda-feira (7). Além disso, o "pacote" de restrições publicado em novo decreto proíbe o atendimento presencial em restaurantes, lanchonetes, bares, pizzarias, o fechamento de academias e centros de ginástica e dos pontos turísticos. As regras entram em vigor na segunda e serão mantidas até o domingo (13). 

O prefeito Elmir Chedid (DEM) disse durante live, hoje à tarde, que decisão foi tomada após uma reunião com a secretaria de Saúde e profissionais do Comitê de Enfretamento à Covid-19 e que foi levado em conta um estudo que detalha o quadro atual da pandemia na cidade e toda a região. 

"Nossa função como administrador municipal é tomar as providências necessárias, sejam elas dolorosas ou não, mas necessárias. Nós temos que pensar na vida do ser humano, temos que pensar no nosso município. Porque, todos nós queremos que a nossa população esteja com saúde. Todos nós queremos que nossa cidade seja sentida como uma cidade segura para o turismo", diz. 

Chedid ressaltou ainda que resolveu antecipar as medidas para que todos tenham tempo de se preparar. "Vamos mantê-las por uma semana e ver o que acontece", comenta. Neste final de semana de feriado prolongado de Corpus Christi, as atividades se mantêm em funcionamento cumprindo algumas medidas mais suaves e permitidas pelo Plano SP. Serra Negra recebe desde ontem um grande número de visitantes. 

SORE O DECRETO 

Além da suspensão das aulas e da proibição do atendimento presencial no setor de alimentação, que poderá trabalhar nos sistemas delivery, retirada (take away) e drive-thru, o decreto divulgado nesta sexta-feira (4) traz alguns pontos importantes para o comércio e outros segmentos. Confira os principais abaixo

*Bares, lanchonetes, restaurantes, pizzarias e lanchonetes. Atendimento presencial proibido. Permitido serviço delivery, retirada no local (take away) e drive-thru até as 22h; 

*Comércio não essencial (lojas) tem funcionamento autorizado das 11h às 17h com controle de acesso limitado a 30% da capacidade; 

*Comércio essencial, como supermercados, controle limitado a 30% da capacidade, acesso limitado à uma pessoa por família e funcionamento até as 20h; 

*Postos de combustíveis e farmácias podem ter atividades normais; 

*Aulas presenciais suspensas para as redes municipal, estadual e particular; 

*Pontos turísticos fechados; 

*Academias e centros de ginástica fechados; 

*Templos e cultos religiosos: controle de acesso limitado a 30% da capacidade e duração máxima de 40 minutos com intervalo de 2h até o início de um novo culto. Funcionamento até as 20h;

*Salões de beleza e cabeleireiros: atendimento com agendamento e um cliente por vez. Funcionamento até as 19h. Fica proibido à espera de clientes no estabelecimento; 

*Rede hoteleira funcionamento reduzido a 30% e proibição da realização de eventos, recreações, shows e atividades correlatas; 

*Aluguel de chácaras, sítios é proibido; 

*No caso de realização de festas, eventos e reuniões em imóvel residencial com mais de 10 pessoas, o proprietário será autuado com multa de 100 UFESPs e conduzido à autoridade policial; 

*Proibido o consumo de alimentos, bebidas alcóolicas em espaços públicos, como praças, calçadas e vias;


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON