Especial Covid-19

Especial coronavirus

Jaguariúna confirma registro de 32 casos da variante Delta

De acordo com a administração municipal, todos os moradores diagnosticados com a variante tiveram sintomas leves, sem a necessidade de internação

| ACidade ON - Circuito das Águas -

Circuito das Águas tem registro de 40 casos da variante Delta (Imagem: Pixabay)
A prefeitura de Jaguariúna confirmou o registro de 32 casos da variante Delta do novo coronavírus no município, notificados pelo governo do estado de São Paulo no decorrer da semana. De acordo com a administração municipal, os moradores diagnosticados com a variante têm idades entre 20 e 39 anos, sendo que os casos estão divididos em 18 homens e 14 mulheres da cidade.

Segundo a administração, todos os diagnosticados tiveram sintomas leves e não foi necessária internação em nenhum dos casos, assim como não houve óbitos da variante registrados. As amostras foram colhidas de 31 de julho a 23 de agosto, de acordo com a prefeitura.

Registros da variante no Circuito

Até o momento, seis cidades pertencentes ao Circuito das Águas Paulista afirmaram ter recebido uma notificação do governo estadual a respeito de casos da variante Delta do novo coronavírus. Atualmente, a região possui 40 registros. Confira os detalhes por cidade abaixo:

Águas de Lindoia - 1
Holambra - 1
Jaguariúna - 32
Pedreira - 1
Serra Negra - 1
Socorro - 4

Em Águas de Lindoia, a variante foi diagnosticada em uma jovem de 24 anos, moradora da estância. Segundo a administração, a mulher estava em isolamento domiciliar e não apresentou sintomas da doença.

A administração municipal de Pedreira confirmou o registro da variante delta do novo coronavírus em um morador de 16 anos de idade. De acordo com a administração, o adolescente é morador do município, não precisou ser internado para tratamento e seu isolamento domiciliar terminou no dia 30 de agosto.

A Vigilância em Saúde de Socorro afirma que as quatro pessoas infectadas pela Delta "tiveram sintomas leves de coronavírus e permaneceram em isolamento domiciliar e não necessitaram de internação". Ressalta ainda que "todos haviam sido vacinados contra o coronavírus, dois com a primeira dose e os demais com duas, e que já se recuperaram e passam bem".

A Secretaria de Saúde de Socorro esclarece que a situação é monitorada e que, "no momento, não há motivo para alarde". Ressalta que "os casos ativos e suspeitos de coronavírus, os atendimentos no Centro de Triagem e Atendimento (CTA) e a ocupação de leitos hospitalares reduziram significativamente em Socorro nas últimas semanas".

Sobre a Delta

Estudos apontam que a variante delta é mais transmissível e tem maior probabilidade de evadir o sistema imunológico, responsável pelas defesas do organismo.

Segundo o governo de São Paulo, o estado tem 764 casos da variante Delta no total e a identificação ocorre via sequenciamento genético. A forma de enfrentamento à nova mutação é manter os protocolos de segurança e acelerar a vacinação.

Mais notícias


Publicidade