Aguarde...

cotidiano

Polícia detém 10 suspeitos em rinha de galos em Jaguariúna

Foram resgatados 90 animais e apreendidos apetrechos como esporão e biqueira, utilizados em lutas; grupo foi multado em R$ 2,7 milhões

| ACidadeON Campinas

Animal resgatado no sábado (10) em Campinas (Foto: Divulgação/Polícia Ambiental) 

A Polícia Militar Ambiental de Campinas deteve dez suspeitos de praticar crime de maus tratos contra animais em um local onde seria feito rinha de galos no bairro Camanducaia, em Jaguariúna. Também foram resgatados 90 galos e apetrechos na fazenda na área rural da cidade, de acordo com a polícia.

O caso ocorreu no sábado (10), mas foi divulgado neste domingo (11) pela PM. Além dos suspeitos e animais, a polícia apreendeu apetrechos como esporão e biqueira. Eles seriam utilizados para intensificar as lutas e potencializar os danos entre as aves.

Os suspeitos e os materiais apreendidos foram levados ao plantão de polícia e foi lavrado um auto de infração ambiental multando os dez suspeitos em R$ 2,7 milhões. A multa é por infringir o Artigo 29 da Resolução nº 48 de 2014, da Secretaria do meio Ambiente, "por participar, mesmo como espectador, de lutas entre animais da mesma espécime".  



A Polícia Civil também lavrou um termo circunstanciado de ocorrência com base no artigo 32 da Lei 9605/98, que garante detenção de três meses a um ano, e multa, por "praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos".

As aves após serem apreendidas foram depositadas provisoriamente com o infrator aguardando local adequado para encaminhá-las, informou a nota da polícia.

Mais do ACidade ON