Publicidade

cotidiano

Águas: Polícia prende parte de bando que torturou idoso com choque

Cerco nas rodovias do Circuito das Águas foi montado na noite de quinta-feira, após assalto em uma propriedade rural de Munhoz, em Minas Gerais

| ACidade ON - Circuito das Águas -

 

Um dos carros recuperados pela polícia (Foto: Divulgação)

Uma ação conjunta de equipes da Polícia Militar, de São Paulo e Minas Gerais, prendeu, em Águas de Lindoia e Lindoia, três dos cinco homens acusados de participação em um assalto, cometido com requintes de crueldade, em propriedade rural no Bairro dos Quarteis, na cidade mineira de Munhoz (MG), na divisa com Socorro. O cerco foi montado nas rodovias da região na noite de quinta-feira (21). Policiais ainda procuram por outros dois envolvidos, que até o momento da publicação continuavam foragidos.

Com os bandidos capturados foram encontrados alguns pertences levados das vítimas, três idosos entre 63 e 70 anos. Dois carros roubados da casa e usados na fuga, um Voyage e uma Saveiro, com placas de Amparo, foram recuperados. Uma motocicleta, Honda CG 150 Titan, cor prata, ainda é procurada.

Mordaça e choque elétrico

Segundo a polícia, cinco homens encapuzados arrombaram a porta da cozinha e invadiram o imóvel por volta das 20h de quinta-feira (21). O grupo rendeu dois lavradores, de 70 e 66 anos, e uma mulher, de 63, que estavam no interior da casa. 

Sob a mira de revólver, as vítimas tiveram as mãos e pernas amarradas e foram colocadas deitadas no chão da sala. Enquanto os comparsas percorriam os cômodos, um bandido torturou um dos reféns com um aparelho de choque elétrico. A intenção era saber onde o dinheiro estava escondido.

Sem sucesso, os ladrões forçaram um dos reféns a assinar uma folha de cheque em branco e a passar a senha do cartão bancário.

Além dos veículos, a quadrilha fugiu com uma máquina de costura, motosserra e um facão. A polícia da região foi avisada e montou um cerco nas estradas vicinais e rodovias da região. Um dos homens do grupo foi avistado, perseguido e preso em Águas de Lindoia. Outros dois estavam em uma casa em Lindoia. O trio foi apresentado na Central de Flagrantes de Serra Negra. Eles estão à disposição da Justiça. As vitimas passam bem.

Mais notícias


Publicidade