Aguarde...

Vacinas

SP começa a produzir Butanvac, 1ª vacina brasileira contra a covid

Estado anunciou produção a partir desta quarta-feira e não há necessidade de importar matéria-prima do exterior; vacina ainda precisa de aprovação da Anvisa

| ACidade ON - Circuito das Águas

Instituto Butantan vai produzir vacina própria (Foto: Governo do Estado de São Paulo) 

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (28) que começou hoje a produzir a vacina brasileira contra a covid-19, a Butanvac. Ela é a primeira fabricada integralmente no Brasil e a previsão do primeiro lote é de 1 milhão de doses. Segundo o estado, não há necessidade de importar matéria-prima do exterior.

Em coletiva de imprensa, o governador João Doria (PSDB) informou que na primeira etapa serão 18 milhões de doses para uso já na primeira quinzena de junho, quando o processo de aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) deve ser concluído. Até o momento, a Butanvac foi testada apenas em animais, nos chamados testes pré-clínicos.

Até hoje, o Instituto Butantan produzia somente a Coronavac, em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Essa produção necessita de importação de insumo e o Instituto é responsável pela etapa final de produção da vacina, que consiste em envase, rotulagem e testes de qualidade.

Já a Butanvac usará uma tecnologia desenvolvida a partir de ovos de galinha. O Butantan é o maior produtor de vacinas da América Latina e do hemisfério sul por dominar esta técnica. De acordo com o presidente Instituto, Dimas Covas, com a liberação desta imunização é possível atender o Brasil e o exterior.

A capacidade é de até 150 milhões de vacinas até o segundo semestre deste ano, estimou o governo federal. A produção será dividida em três fases, sendo que a primeira começa hoje e vai até o dia 18 de maio (veja abaixo). No momento, estão em produção 520 mil ovos, com expectativa de 1 milhão de doses.

AS FASES DA BUTANVAC

1ª fase (28/04 a 18/05)
- Produção total de 6 lotes (6 milhões de doses).

2ª fase (14/05 a 01/06)
- Mais 6 lotes

3ª fase (28/05 - 15/06)
- Mais 6 lotes

Total: produção mínima de 18 milhões de doses.


COMO É A PRODUÇÃO

- Recebimento e descarregamento de ovos;

- Controle da qualidade dos ovos;

- Inoculação do vírus e incubação;

- Coleta do líquido alantóico;

- Processo de purificação do produto;

- Inativação;

- Filtração e acondicionamento em câmara fria;

- Envio para o centro de formulação e envasamento.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON