cotidiano

Covid: Amparo libera dose adicional para maiores de 18 anos

Campanha na cidade acontece em todas as unidades de saúde; posto do centro atende nesta quinta-feira das 17h às 19h

| ACidade ON - Circuito das Águas -

Dose adicional também é liberada para todas as pessoas acima de 18 anos em Amparo (Foto: Divulgação)
Amparo anunciou nesta quinta-feira (18) o início da aplicação da terceira dose da vacina contra a covid-19 em todas as pessoas maiores de 18 anos que tomaram a segunda dose há no mínimo 5 meses. A campanha na cidade acontece em todas as unidades de saúde do município, de segunda-feira a sexta-feira, das 8h30 às 13h.

Entretanto, de acordo com a Secretaria de Saúde, a Unidade de Saúde da Família (USF) do centro atende nesta quinta-feira (18) em horário estendido, das 17h às 19h. Para receber a dose adicional, é preciso apresentar um documento com foto e o cartão de vacinação que comprove a imunização com as duas doses anteriores.

A pasta alerta que os profissionais da educação desta vez não necessitam apresentar o código QR da Secretaria de Educação como nas vezes anteriores. 

Sobre a dose adicional

Durante a coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (17), o governador João Doria (PSDB) anunciou que toda a população adulta poderá receber a dose adicional da vacina contra a covid-19 a partir desta quinta-feira (18). A nova orientação do Plano Estadual de Imunização (PEI) segue a diretriz do Programa Nacional de Imunização (PNI) e vale para aqueles que tomaram as duas doses há, pelo menos, cinco meses, completando o ciclo vacinal até o mês de junho.

Anteriormente, a dose adicional era recomendada apenas para pessoas com mais de 60 anos de idade, profissionais da saúde e imunossuprimidos, com um intervalo de seis meses. A partir da mudança, cerca de 710 mil pessoas em todo o estado de São Paulo estão aptas a receber a dose adicional do imunizante, segundo o governo estadual.

"Neste momento, podem se vacinar quem tomou a segunda dose entre janeiro e junho, pois já estão com intervalo de cinco meses. Assim, em dezembro, quem tomou a segunda dose em julho já poderá receber a dose adicional", detalha Regiane de Paula, Coordenadora do Plano Estadual de Imunização.


Mais notícias


Publicidade