cotidiano

São Paulo vacina criança indígena de 8 anos contra covid-19

. Davi, da etnia Xavante, foi a primeira criança a receber a dose pediátrica da Pfizer nesta sexta-feira

| Estadao Conteudo -

Governador João Doria (PSDB) acompanhou a vacinação. (Foto: Divulgação /Governo do Estado de São Paulo)
Em cerimônia no Hospital das Clínicas (HC), na área central de São Paulo, o governador João Doria (PSDB) acompanhou a vacinação contra covid-19 da primeira criança no país. Davi, 8 anos, da etnia Xavante, foi a primeira criança a receber a vacina pediátrica da Pfizer nesta sexta-feira (14), Além dele, outras sete crianças com comorbidades foram vacinadas.

O evento ocorreu no mesmo hospital onde a enfermeira Mônica Calazans recebeu, há quase um ano, em 17 de janeiro de 2021, a primeira dose de vacina contra covid no Brasil. À época, ela foi imunizada com Coronavac, do Instituto Butantan, do governo de São Paulo - o medicamento havia sido liberado naquele mesmo dia pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A cerimônia de hoje repetiu o jogo político de Doria, que novamente se antecipou ao governo federal e iniciou a imunização dessa nova faixa etária assim que as doses da vacina foram liberadas pelo Ministério da Saúde.

A Anvisa autorizou em 16 de dezembro a vacina anticovid pediátrica da Pfizer, para crianças de 5 a 11 anos.

Mais notícias


Publicidade