Aguarde...

Lazer e Cultura

Música de viola tem uma nova 'estrelinha' em Socorro

Manuela Batista Lopes, a Manu, teve a primeira aula aos 8 anos e hoje se apresenta com a orquestra adulta Morena da Fronteira; violeira mirim deu uma canja ao ON

| ACidade ON - Circuito das Águas

Manuela Batista Lopes, a Manu e sua viola (Foto: Divulgação)
 Talento de gente grande! Quem ouve a pequena Manuela Batista Lopes nem imagina que ela teve seu primeiro contato com uma viola há apenas dois anos, quando tinha 8 anos de idade.  Hoje tem 10

"Desde pequena, eu cantava e dançava ouvindo DVD. Depois de um tempo comecei a cantar na igreja. Lembro que era tudo decorado, as letras eram compridas demais", lembra. "Comecei a fazer aulas de teclado, porém, depois de alguns meses senti que não era o que eu queria", diz.  

Mas quando a menina viu pela primeira vez o Grupo Morena da Fronteira de Viola Caipira, de Socorro, se encantou pelo som das violas e começou a insistir com a mãe para aprender a tocar o instrumento. A orquestra, tradicional na região do Circuito das Águas Paulista, tem como maestro o violeiro e professor Ângelo Adriano Corrêa Pinto.  

"Conheci o tio Adriano e fui ver o lugar onde ele dava as aulas. Ele até me convidou para começar naquele mesmo dia, mas não estava preparada. No dia 15 de março de 2018, fiz minha primeira aula e não parei mais", recorda Manuela que, agora, diante de tanto talento já é conhecida como Manu Violeira  

"Falar da Manu é fácil, porque além de ser encantadora, ela ainda toca viola! Ele chegou ao nosso projeto "Viola na Escola", como toda criança que vem fazer aula conosco e acaba adotada pela Orquestra Morena da Fronteira", conta o professor Adriano Correa, que destaca a importância do apoio familiar, para o desenvolvimento dos pequenos. "Isso é de extrema importância, independente da atividade. É preciso incentiva-las a fazer algo bom", ressalta o professor  

Corrêa conta que Manu se destacou rápido, principalmente pela dedicação e atenção durante as aulas. "Ela chegou a vir três vezes por semana para participar das aulas e dos ensaios da orquestra. Hoje, além da orquestra infantil ela também toca com os adultos. Já faz apresentação sozinha e ainda participa das lives de domingo, comigo e o Ângelo Junior", diz o professor. 

"O que mais me chama a atenção é o carinho e o amor da família nessa hora, pois faz toda a diferença. Aqui no projeto, todas as crianças têm o nosso amor e dedicação e eles respondem com essa alegria no olhar de quem gosta do que faz", conclui o músico.  

O projeto "Viola na Escola" existe desde 2008 em uma parceria coma Orquestra Morena da Fronteira e com a Secretaria Municipal de Educação de Socorro. Atualmente o projeto está na sede da orquestra, no Centro Cultural, na Rua XV de Novembro, 210, no Centro. Em razão da pandemia, as aulas são online, todas as terças-feiras, às 19h e aos sábados, às 14h pela página do Facebook da Secretaria Municipal de Cultura.
 

Parte do Grupo Morena da Fronteira de Viola Caipira de Socorro (Foto: Divulgação)
 



Mais do ACidade ON