Aguarde...

ACidadeON

Cotidiano

Operação policial prende 5 pessoas e apreende 2 adolescentes no Rio

VIOLÊNCIA/RIO/OPERAÇÃO/COMPLEXO DE LINS prisões

| Estadao Conteudo

Cinco pessoas foram presas e dois adolescentes foram apreendidos durante operação da Polícia Militar (PM) e da Polícia Civil, com apoio da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), no complexo de favelas do Lins, na zona norte do Rio. Por causa da operação, deflagrada na madrugada desta terça-feira, a Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, que liga as zonas norte e oeste da capital fluminense, ficou fechada de 5h30 às 12 horas.

Além das prisões, a operação conseguiu recuperar sete carros e cinco motos que tinham sido roubadas. Também foram apreendidas drogas e munição. A assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Seseg), que está sob intervenção federal, informou que foram cumpridos 50 mandados de busca e apreensão.

"O objetivo da ação era cumprir mandados de busca para obter provas que auxiliem nas investigações relacionadas a homicídios de policiais", diz a Seseg, em nota.

Durante a madrugada, policiais civis e militares, com o apoio da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), deflagraram uma operação no Complexo de Lins, zona norte da cidade. As equipes cumpriam mandados de busca para obter provas que ajudem nas investigações ligadas à morte de agentes, de acordo com informações da Secretaria de Estado de Segurança (Seseg) do Rio.

No início de junho, as Forças Armadas realizaram uma operação em conjunto com as Polícias Militar e Civil em comunidades da zona oeste do Rio. Na ocasião, a Grajaú-Jacarepaguá também precisou ser interditada.

De acordo com o Comando Conjunto, foi uma das maiores operações integradas já realizadas, em razão do efetivo de agentes empregado - 2.500 militares das Forças Armadas, 420 policiais militares e 350 policiais civis -, a área abrangida e a população beneficiada.

Veja também