ACidadeON

Cotidiano

Acusado de matar ex-namorada é preso no Rio

Rio Austrália Assassinato

| Estadao Conteudo

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu na noite deste sábado (7) Mário Marcelo Ferreira dos Santos Santoro, de 40 anos, acusado de matar a ex-namorada, Cecília Müller Haddad, de 38 anos, por estrangulamento, em Sydney, na Austrália, em abril passado. A prisão preventiva dele havia sido decretada pela Justiça na quinta-feira (5).

Santoro estava na casa de parentes, em Botafogo (zona sul), e não resistiu à prisão, realizada por policiais civis da 18ª DP (Praça da Bandeira). A Polícia Civil já havia procurado o rapaz na casa dos pais dele, na avenida Atlântica, em Copacabana (zona sul), sem sucesso, e então passou a buscá-lo na casa de parentes.

O pedido de prisão foi feito pela Divisão de Homicídios (DH) do Rio, com apoio do Ministério Público. A DH foi acionada em maio pela família da vítima. Policiais ouviram parentes de Cecília e periciaram alguns documentos fornecidos pela família. Segundo a polícia, a investigação concluiu que Cecília foi morta por asfixia mecânica por constrição de pescoço, e o responsável pelo crime seria o ex-namorado da vítima.

A Justiça expediu também um mandado de busca e apreensão nas casas dos pais e familiares de Santoro, na zona sul do Rio.

Cecília morava na Austrália desde 2007. Ela foi morta entre os dias 28 e 29 de abril, em sua casa, e seu corpo foi encontrado no rio Lane Cover, em Sydney, a oito quilômetros do local onde foi morta. O ex-namorado, com quem ela havia dividido apartamento, viajou para o Rio de Janeiro em 29 de abril.

Veja também