Aguarde...

ACidadeON

Cotidiano

Chuva recorde deixa mulher e criança mortas após carro ser arrastado em BH

| FOLHAPRESS

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) - Uma forte chuva no final da tarde de quinta-feira (15) em Belo Horizonte deixou dois mortos, e o Corpo de Bombeiros ainda busca por uma terceira vítima das enchentes.  A chuva formou uma correnteza na região das avenidas Vilarinho e Cristiano Machado, na região norte, arrastando dez carros.  Um carro com duas pessoas, uma mulher de 45 anos e uma criança de dez, foi arrastado até a linha férrea do metrô na parte inferior do Shopping Estação. As duas morreram afogadas e a operação do metrô foi suspensa.  A terceira vítima, que ainda não foi localizada, também ficou isolada dentro de um carro em uma enchente na avenida Álvaro Camargos, na região norte.  A roda dianteira do carro ficou presa em um buraco de galeria de água, cuja tampa foi retirada pela correnteza formada pela inundação no local.  Ao sair do carro, a passageira Anna Luísa Fernandes de Paiva Maria, 16, caiu no buraco da galeria de água e foi arrastada pela correnteza. Seu namorado, que dirigia o veículo, conseguiu sair do carro sem complicações.  Os bombeiros continuam as buscas nesta sexta (16) em córregos da região e nas galerias de água.  Um bombeiro que estava no local no momento da inundação tentou resgatar a adolescente, mas não conseguiu. O próprio militar precisou da ajuda dos colegas para que não fosse arrastado.  Nesta manhã, um corpo de um homem foi encontrado na Ocupação Vitória, entre Belo Horizonte e Santa Luzia. Segundo os bombeiros, ele estava embriagado e se afogou ao atravessar um córrego, mas o caso não foi diretamente relacionado à chuva do dia anterior.  De acordo com a Defesa Civil, a quinta foi o dia mais chuvoso do ano em BH. Foram 239 mm de chuvas segundo o Inmet (Instituto Nacional de Metereologia).   

Veja também