Aguarde...

ACidadeON

Cotidiano

Prefeitura de SP procura macaco hidráulico para içar ponte que cedeu na marginal

| FOLHAPRESS

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Prefeitura de São Paulo vai construir dez estacas de ferro na base de sustentação do viaduto que cedeu na marginal Pinheiros na última quinta-feira (15). A medida é necessária para criar um pilar de sustentação secundário na estrutura para que possa ser içada com a ajuda de macacos hidráulicos. O método é chamado de macaqueamento.  De acordo com o secretário de Obras, Vitor Aly, a obra será feita a partir de um contrato emergencial ainda a ser negociado e sem valores definidos. "Precisamos ainda buscar no mercado o macaco hidráulico necessário para a obra." O prefeito Bruno Covas (PSDB) informou que irá pedir autorização ao TCM (Tribunal de Contas do Município) para abrir um contrato emergencial para a realização de laudos de engenharia de 85 pontes em viadutos da cidade. "O monitoramento [dessas estruturas] é incompleto", disse o prefeito.  Covas afirmou ainda que a gestão tucana havia encomendado estudos de monitoramento em 33 pontes e viadutos que apresentavam problemas visíveis. Com o incidente na marginal, a medida será estendida a todas as estruturas viárias da capital.  O secretário de Transportes, João Octaviano, prevê ao menos dez intervenções na marginal Pinheiros nos próximos 20 dias para liberar o acesso à via expressa.  A primeira obra está sendo feita na altura do presídio de Pinheiros. A ideia, segundo o secretário, é abrir canteiros e novas faixas para facilitar o escoamento do trânsito.  Os anúncios foram feitos na manhã desta segunda-feira (19) após reunião do comitê de emergência formado por secretários municipais, realizada logo cedo na sede da prefeitura. A reunião começou por volta das 7h e durou mais de duas horas. Foi a primeira reunião presencial do comitê que vinha conversando por conferências.  Esta segunda é o primeiro dia útil após interdição de trecho da via expressa da marginal Pinheiros após parte de viaduto ceder no feriado. Com a volta do fluxo de carros após feriado prolongado, a expectativa é de altos índices de congestionamento nas vias próximas.  A estrutura está localizada na pista expressa da marginal Pinheiros, a 500 metros da ponte Jaguaré no sentido Castello Branco, e "criou um degrau" de cerca de dois metros na madrugada desta quinta-feira (15). A prefeitura ainda não tem explicações sobre o que poderia ter provocado o problema na estrutura.  O incidente causou bloqueio do trânsito de carros por cerca de 20 quilômetros na pista expressa da marginal entre as pontes Transamérica e Jaraguá, no sentido Castello Branco. A medida foi pensada para evitar afunilamento do trânsito que pode ser resultado de uma interdição em trecho curto.  Neste fim de semana, as ações se concentraram em erguer as hastes de metal para escorar a estrututa afetada. Foram instaladas 120 metros de estacas para segurar os 200 metros das pistas que cederam. O processo foi finalizado na madrugada deste domingo (18). A sustentação permitiu que os trens da linha 9-esmeralda da CPTM, que baixa debaixo do viaduto, voltassem a circular.  O rodízio de veículos foi suspenso por tempo indeterminado no trecho da marginal Pinheiros, sentido Castello Branco, entre a av. dos Bandeirantes e a ponte dos Remédios.

Veja também