Aguarde...

ACidadeON

Cotidiano

Sem prazo para reabertura, prefeitura usará tempo ocioso para recapear marginal

| FOLHAPRESS

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Sem prazo para finalizar a obra do viaduto que cedeu na marginal Pinheiros e desconhecendo também o tipo de técnica de engenharia a ser utilizada no local, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), afirmou que irá fazer o recapeamento da pista expressa enquanto a pista permanecer interditada para o tráfego de carros.Sobre a falta de prazos e de informações, Covas atribuiu à complexidade da recuperação da estrutura viária. Em vistoria na estrutura que cedeu na madrugada da última quinta-feira (15), o prefeito também não disse quando o trânsito será liberado em ao menos parte dos 20 km da pista expressa da marginal que estão interditados desde o colapso da estrutura."Estamos na fase de escoramento, depois vêm as estacas e só depois o processo de macaqueamento. Só daí vamos poder ter uma ideia de qual vai ser a engenharia necessária e qual vai ser o prazo necessário para finalizar a obra", disse o prefeito.O tucano informou também que busca uma solução definitiva para o problema causado pela cisão do viaduto.Outro entrave para a aceleração das obras é a ausência do projeto original do viaduto, erguido na década de 1970 a partir de um convênio entre o município e a antiga Fepasa.De acordo com o secretário de Obras, Vitor Aly, a dificuldade em encontrar as informações da construção da estrutura impõe mais trabalho nessa fase da reconstrução. "O projeto abrevia o trabalho. A engenharia vai nos permitir ter acesso a detalhes da estrutura. Sem isso, vamos ter que reconstruir o viaduto novamente e, a partir disso, ver que tipo de problema afetou a estrutura ", disse Aly.O secretário também informou que está em contato com a secretaria estadual de Transportes para encontrar os documentos. "O secretário me pediu até quarta-feira para encontrar o projeto já que é feriado prolongado em São Paulo."

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários