Aguarde...

ACidadeON

Cotidiano

Com policiais mobilizados no oeste do estado, titular da Segurança de SP sai de férias

| FOLHAPRESS

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em meio à mobilização das forças de segurança de São Paulo diante de um alerta de resgate de chefes da facção criminosa PCC, o secretário Mágino Alves Barbosa Filho (Segurança Pública) iniciou um período de dez dias de férias com a família na Europa. Na última sexta-feira (16), PMs em todo o estado receberam orientações de seus superiores para que, no feriado prolongado, ficassem com a atenção redobrada na chegada e na saída de suas casas. A preocupação é sobre possíveis ataques, como os de 2002 e 2006, quando ocorreram mortes de policiais em represália a transferências de chefes do PCC. O Governo de São Paulo debate se é o caso de transferir chefes da facção para presídios federais, após ter sido descoberto um plano para o resgate de membros da facção criminosa. O governo mantém na região oeste do estado quase todo o efetivo da Rota e do COE (operações especiais). Procurada, a Secretaria da Segurança informou que o secretário estará fora do cargo de 17 a 26 de novembro e que "não há nenhum tipo de prejuízo com relação à segurança pública do estado". Quanto às ameaças de resgates de presos, a pasta afirma que já adotou, há algum tempo, todas as providências necessárias ao impedimento de eventuais ações, incluindo a proteção da população local e do efetivo policial empregado na missão.

Veja também