Aguarde...

ACidadeON

Cotidiano

Reajuste de mensalidades em escolas em SP deve ficar entre 5% e 7%, diz sindicato

| FOLHAPRESS

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O reajuste das mensalidades escolares no estado de São Paulo deve ficar entre 5% e 7% para o ano letivo de 2019. O presidente do Sieeesp (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de São Paulo), Benjamin Ribeiro da Silva, afirma que o índice é somente uma estimativa, pois dependerá do padrão de cada escola."Temos, em São Paulo, escolas com mensalidade começando em R$ 500 e outras em até R$ 10 mil", diz. "Não existe um reajuste igual para todas as escolas, não temos como fazer isso. O que existe é uma planilha de custos. A lei determina que o reajuste seja calculado a partir dela."O dirigente explica que, além da planilha de custos, as escolas consideram o IGP-M (Índice Geral de Preços -Mercado), um índice de inflação calculado pela FGV (Fundação Getulio Vargas), na correção da mensalidade. Esse demonstrativo de custos, diz Silva, fica disponível para consulta.Entre as despesas que pressionam a definição do aumento, a principal, segundo o representante das escolas, é o gasto com os salários. Neste ano, os professores conseguiram 2,14% de reajuste, PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de 15% e manutenção de cláusulas sociais até fevereiro de 2019.Os investimentos em tecnologia também pesam muito na definição da alta das mensalidades. "Esses gastos são normalmente em dólar e aumentam muito o custo da escola", diz Silva, que inclui o aluguel dos espaços como uma das despesas que fazem diferença no custo anual.Em todo o estado, são cerca de dez mil escolas particulares. Na capital, há 4.000.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários