Aguarde...

ACidadeON

Cotidiano

Doria chama de bizarro trem desconectado de Cumbica e estuda monotrilho ou esteira

| FOLHAPRESS

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou na manhã desta sexta-feira (11) ser "bizarra" a desconexão entre a linha 13-jade da CPTM com o aeroporto internacional de Cumbica, em Guarulhos (Grande São Paulo).A estação de trem nas imediações do aeroporto foi inaugurada pelo então governador Geraldo Alckmin (PSDB) dias antes de o tucano deixar o Palácio dos Bandeirantes para disputar a Presidência da República no ano passado."Não faz sentido transporte público que não leva até o aeroporto. É tão bizarro que é difícil acreditar que isso tenha sido feito no estado de São Paulo", disse Doria, em entrevista.Para o governador, entre as possibilidades estudadas para integrar a linha da CPTM ao aeroporto estão a construção de uma espécie de monotrilho denominado como "people mover" ou até uma passarela com esteira de 1.400 metros."Nós estamos observando duas alternativas com um pouco mais de ênfase. Além do people mover, a passarela. Uma passarela móvel, esteira, que são as duas alternativas que estão sendo analisadas", disse Doria.Ele afirma que haverá uma reunião com a concessionária do aeroporto, a GRU Airport, para tratar do tema na próxima segunda-feira (14).De acordo com o secretário de governo e vice-governador Rodrigo Garcia (DEM), o tema também foi tratado com o governo federal, responsável pela concessão do aeroporto."Há a necessidade de darmos uma alternativa ao passageiro para acessar o aeroporto de Guarulhos via trem construído e bancado com o governo de São Paulo. Ou com a extensão da concessão, que é a maneira mais fácil e rápida de levarmos o passageiro até os terminais. Ou, se isso não for possível, não for uma decisão do governo federal, buscaremos uma solução para o passageiro", disse Garcia.Em outubro, o governo estadual estreou o serviço expresso de trens entre a estação da Luz, no centro de São Paulo, e a região do aeroporto de Cumbica, em Guarulhos.Todos os dias, são cinco viagens em cada um dos sentidos, ao custo de R$ 8. No sentido aeroporto, os horários de partida são 10h, 12h, 14h, 16h e 22h. Já no sentido Luz, os horários são 9h, 11h, 13h, 15h e 21h. A viagem expressa não é feita aos finais de semana. Para usar o serviço, um bilhete específico da viagem deve ser comprado na entrada ou no saguão interno da estação da Luz ou na estação Aeroporto-Guarulhos.Além da viagem expressa, desde a estação Luz, a CPTM ainda faz viagens a partir das estações Brás e Engenheiro Goulart.ATRASOCom 14 anos de atraso, a estação Aeroporto-Guarulhos da linha 13-jade da CPTM foi inaugurada por Alckmin em 31 de março de 2018. A estação ?que com os sucessivos atrasos também chegou a ser prometida para a Copa de 2014, no Brasil? foi entregue a 75 dias da competição, só que na Rússia.O mesmo Alckmin, em março de 2002, também como governador paulista, havia apresentando o traçado da linha de trem que ligaria o centro de São Paulo ao aeroporto internacional.O tucano, que à época era pré-candidato à reeleição ao governo, prometia uma viagem com maior rapidez até o aeroporto a partir de 2004, como anunciava o texto publicado no site do estado. Aquela meta, porém, só foi cumprida em 2018.O nome da estação inaugurada por Alckmin é Aeroporto, mas, na prática, não é exatamente isso que acontece. O passageiro, com suas malas em mãos, precisa atravessar uma passarela e ainda pegar um ônibus para acessar os terminais nacionais e internacionais de Cumbica.Administrado pela concessionária GRU Airport, o sistema de ônibus foi previsto inicialmente como uma alternativa até que a concessionária entregasse um monotrilho que faria essa ligação entre a estação de trem e o setor de embarque do aeroporto.A mudança já seria significativa em relação ao projeto original do estado, que previa a construção da estação próxima ao check-in. O projeto, porém, foi revisto após a decisão da concessionária de construir um shopping no local planejado para a estação.A concessionária disse que a localização da estação foi decidida em acordo com o governo estadual. Em troca, ela se comprometeu a transportar gratuitamente os usuários do trem aos terminais. O plano era usar um monotrilho, a exemplo de outros grandes aeroportos, mas segundo avaliação da GRU Airport, a demanda de passageiros será suficientemente atendida com o sistema rodoviário ?agora consolidado.O serviço circular de ônibus para quem desembarca do trem fica a cerca de 500 metros do terminal 1 e a 2,5 km do terminal 3 de Cumbica.DEMORAUm teste feito pela reportagem mostrou que, a partir da avenida Paulista, pode superar duas horas o deslocamento (incluindo caminhadas, baldeações, espera em plataforma e tempo dentro do metrô e do trem) pela linha 13-jade até Cumbica.A demora, além de ser maior que a do ônibus executivo, chega a ser até três vezes a de quem faz essa viagem de carro, por meio de táxi ou Uber.RELEMBRE PROMESSAS TUCANAS EM 14 ANOS DE ATRASO DE TREM A CUMBICA Frases de Geraldo Alckmin, governador de SP de 2001 a 2006 e de 2011 a abr.2018:- 14.mar.2002"Estamos iniciando hoje um bom programa, necessário ao desenvolvimento do estado e do país."governador de SP, em 2002, quando lançou promessa da obra para 2014 - 6.dez.2012"Evidente que gostaríamos que a estação fosse no terminal 2, mas foi garantido um transporte seguro e gratuito pela [empresa] Invepar para transporte entre os terminais do aeroporto."- 21.jun.2013"Seremos o primeiro estado do Brasil a conectar seus principais aeroportos ?Congonhas e Guarulhos? aos sistemas de metrô e trem. Quatro linhas de metrô já estão em construção e outras duas já estão a caminho."- 23.set.2013"Finalmente, o trem para Guarulhos, que será uma nova linha. Com isso, nós completaremos 12 linhas, cinco de metrô e sete de CPTM. [...] A linha 13 entrará em operação em 2015 e vai beneficiar cerca de 120 mil usuários por dia, inicialmente."- 20.dez.2013 "São três novas estações: Engenheiro Goulart, onde nós estamos aqui em São Paulo, na zona leste; a estação Cecap, uma nova estação já em Guarulhos, integrada com o terminal rodoviário; e a estação Aeroporto, lá em Cumbica. Já começam quatro frentes, quatro consórcios trabalhando simultaneamente, três estações novas, o atendimento a Guarulhos e ao Aeroporto Internacional de Cumbica, com prazo de 18 meses."- 20.mai.2014"Estamos trazendo a linha 13 da CPTM para o aeroporto."- 4.nov.2014"Na realidade nós tínhamos trabalhado sempre com 18 meses essa obra, após as licenças concluídas. Nós tivemos várias interferências, como: com o embargo da USP Leste, tivemos interferências de travessias junto à [rodovia] Ayrton Senna e à rodovia Presidente Dutra."governador de SP, em 2014, durante anúncio de novo prazo, desta vez 2016 - 31.ago.2015 "Infelizmente o dinheiro não veio ainda. Mas estamos atrás de alternativas porque nós precisamos licitar esses serviços e executá-los. Estamos atrás de uma solução rápida para que ainda neste ano publiquemos as licitações. Isso para que, no início do próximo ano, não só as obras civis, mas todos os serviços possam estar em andamento."- 2.fev.2018"Estamos trabalhando para entregar, agora em março, uma nova linha de trem, chegando até o aeroporto de Guarulhos, o maior da América Latina."Frases de José Serra, governador de SP de 2007 a 2010:- 3.nov.2008​"Nós deveremos soltar no próximo mês a licitação do Expresso Aeroporto, que incluirá o projeto executivo e as obras. Ao mesmo tempo, temos o plano de fazer o metrô leve, um veículo leve de transportes, da estação São Judas do metrô até Congonhas."José serra (PSDB) governador de SP, em 2008, em declaração em novembro daquele ano- 3.jun.2009"O Governo do Estado está fazendo sua parte. Toda a estrutura viária da região metropolitana e capital já está em andamento. Nós temos até 2014 previstos cerca de R$ 33 bilhões de investimentos, inclusive na linha 4-amarela do Metrô, que vai passar a 1.200 metros do estádio do Morumbi. Temos também o Rodoanel e a expansão de todo o sistema metroviário e de trens urbanos da CPTM em toda a Grande São Paulo, com acesso para todos os lados, inclusive para os aeroportos."

Mais do ACidade ON