Aguarde...

ACidadeON

Cotidiano

Passageiros de metrô e CPTM têm até este sábado para recarregar bilhete a R$ 4

| FOLHAPRESS

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os usuários dos trens da CPTM e do metrô que possuem o Bilhete Único ainda podem recarregar o cartão pelo preço de R$ 4, tarifa em vigor até as 23h59 deste sábado (12). Após esse horário, quando passam a valer os novo preços, cada passagem unitária custará R$ 4,30.Segundo a SPTrans, as recargas feitas com os preços atuais terão validade durante o prazo adquirido.Nesse caso, uma pessoa que comprar a recarga mensal vai continuar pagando R$ 4 pelas passagens até o fim desses créditos. Tais valores, no entanto, já não são aplicáveis para a utilização dos ônibus, cujas passagens estão mais altas desde o dia 6 de janeiro, também em R$ 4,30.O reajuste dos trens, autorizado pela gestão de João Doria (PSDB), foi de 7,5% e ficou acima da inflação acumulada de cerca de 3,5% desde a data do último aumento, em janeiro de 2018. Na ocasião, a passagem subiu R$ 0,20 e foi de R$ 3,80 para R$ 4.Galeria Metrô e CPTM aumentam fatia da mobilidade de SP Nova pesquisa Origem e Destino do Metrô aponta queda da participação dos ônibus https://fotografia.folha.uol.com.br/galerias/nova/1619590943544589-metro-e-cptm-aumentam-fatia-da-mobilidade-de-sp   A tarifa integrada dos trens do Metrô e da CPTM com os ônibus que circulam na capital paulista também sofreu reajuste. O valor do bilhete subiu de R$ 6,96 para R$ 7,48. Outros cartões, como o fidelidade e os temporais, também terão alterações. O bilhete mensal exclusivo para trens custará R$ 208,90 (comum) e R$ 323,80 (integrado).Quem aproveitar para fazer a recarga antes do reajuste e optar pelo valor máximo de R$ 350 vai economizar seis viagens. Hoje o passageiro faz 87 viagens de ônibus, metrô ou trens com essa recarga --após o reajuste, o número cairá 81 para viagens.No final do ano passado, o prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou aumento da passagem de ônibus na cidade de São Paulo de R$ 4 para R$ 4,30. A prefeitura afirmou se tratar de uma reposição das perdas dos últimos três anos, uma vez que em 2016 e 2017 não ocorreram reajustes.As gratuidades para idosos, estudantes, portadores de necessidades especiais e desempregados serão mantidas.   

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários