Aguarde...

ACidadeON

Cotidiano

Em tempos de frio recorde em SP, veja como ajudar quem está nas ruas

| FOLHAPRESS

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os termômetros de São Paulo registraram 6,5°C na madrugada deste domingo (7), menor índice dos últimos três anos segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Quem não tem onde se abrigar é quem mais sofre -ao menos três moradores de rua já morreram na capital paulista.O responsável pelo acolhimento de moradores de rua na cidade é a Prefeitura de São Paulo. Quem encontrar uma pessoa na rua precisando de ajuda deve ligar para o telefone 156 e fornecer dados detalhados da pessoa e o endereço onde ela pode ser localizada pelas equipes de abordagem.Segundo a prefeitura, há 18.411 vagas para acolhimento na capital, além de vagas emergenciais que são abertas em épocas de baixas temperaturas. O último censo, de 2015, calculava em 16 mil o número de pessoas vivendo nas ruas da capital, mas estima-se que hoje, três anos depois, o número total possa ser até o dobro disso.O morador de rua não pode ser obrigado a ir a um abrigo. Os assistentes sociais podem convidá-lo, mas a decisão de dormir em um centro de acolhida é só dele. Na última madrugada, a prefeitura acolheu 176 pessoas e houve 69 recusas.Se a pessoa na rua estiver com visíveis e graves problemas de saúde, os assistentes devem acionar o Samu, que levará a pessoa para um hospital.O padre Júlio Lancelotti, da Pastoral do Povo da Rua, que ajuda quem não tem lar, diz que é preciso dar mais atenção a quem estiver só. "A gente tem que se preocupar com quem está sozinho, que é quem está desprotegido e corre mais risco. Tem que aquecer as extremidades do corpo, como pés e mãos, e dar bebida quente. Dependendo da situação, é preciso chamar o socorro", diz ele.Quem quiser doar casacos e cobertores pode ajudar a Campanha do Agasalho, do Governo de SP. Há centenas pontos de coleta de doações na capital (veja aqui a lista completa), como metrô, delegacias, batalhões de polícia e escolas.A Cruz Vermelha também recolhe doações em dezenas de pontos da cidade. Além de arrecadar agasalhos, o Exército da Salvação tem uma campanha de arrecadação de dinheiro online para comprar cobertores para a população de rua e para famílias pobres.Há três décadas auxiliando quem vive na rua, a ONG Anjos da Noite recolhe doações de roupas e cobertores todos os sábados em frente ao metrô Artur Alvim, na zona leste de SP, das 10h às 20h. O grupo aceita a adesão de voluntários para ajudar na distribuição de roupas, cobertores e alimentos -as incursões pela cidade ocorrem das 21h à 0h.De acordo com o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), da prefeitura, a segunda-feira (7) continua fria, com termômetros variando entre mínimas de 6°C e máximas de 18°C. Na terça (8), a previsão fica entre 7°C e 20°C. Não há expectativa de chuva.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Mais do ACidade ON