Aguarde...

ACidadeON

Cotidiano

Prefeitura adia licitação de Ibirapuera e mais cinco parques

SÃO PAULO/PARQUES MUNICIPAIS/LICITAÇÃO/SUSPENSÃO

| Estadao Conteudo

A Prefeitura de São Paulo suspendeu, por 30 dias, a licitação da concessão do Ibirapuera, na zona sul, e outros cinco parques municipais. Segundo a Secretaria de Desestatização, a suspensão foi feita para que o edital fosse alterado, deixando alguns pontos mais claros, como a "obrigatoriedade de investimentos e melhorias que deverão ser feitos pelo concessionário nos parques da periferia".

A concessão de parques foi uma das promessas de campanha eleitoral de João Doria (PSDB), que deixou a Prefeitura em abril para disputar o governo do Estado. A suspensão do edital foi antecipada neste sábado, 07, pelo jornal Folha de S. Paulo.

A pasta de Desestatização informou que a paralisação será "rápida". O edital, que já estava em andamento, previa que a abertura dos envelopes com as propostas para a concessão fosse na próxima quinta-feira.

Segundo a secretaria, o edital será republicado e a abertura dos envelopes ocorrerá em 30 dias. "Neste prazo, os grupos interessados terão tempo para se adequarem às alterações fixadas no edital", diz, por nota.

O projeto envolve, além da concessão do Ibirapuera, os parques Jacintho Alberto (zona norte), Eucaliptos (sul), Tenente Brigadeiro Faria Lima (norte), Lajeado (leste) e Jardim Felicidade (norte). O atual texto do edital prevê que o acesso aos parques será gratuito.

Veja também