ACidadeON

Cotidiano

Rebelião em presídio de Taubaté completa 28 horas e ainda tem seis reféns

REBELIÃO/CDP/TAUBATÉ/REFÉNS

| Estadao Conteudo

Seis reféns continuavam em poder dos amotinados, às 19 horas desta quinta-feira, 9, 28 horas após o início da rebelião de presos no Centro de Detenção Provisória de Taubaté, interior de São Paulo.

Na tarde de quarta-feira, 8, quando a revolta dos presos começou, eles fizeram 14 reféns, mas acabaram liberando a maioria durante as negociações com a administração da unidade. Continuavam como reféns quatro religiosos que prestam assistência aos detentos e dois agentes penitenciários.

De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), não há feridos e o Grupo de Intervenção Rápida (GIR), especializado em solução de conflitos, estava de prontidão no interior do presídio.

Conforme familiares de detentos, os amotinados querem melhorias nas condições do CDP. A unidade está superlotada, com 1.521 presos, quase o dobro da capacidade, de 844 detentos.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários