+

Publicidade

Curadoria Hilst

Os Programas Educativos dos Museus e seus Públicos

São muitas as barreiras de acesso a fruição dos museus e é preciso encontrar formas diferentes de superar cada uma delas

| ACidade ON -

 

Para esta conversa recebemos Gabriela Aidar, Coordenadora do Programa Educativo Inclusivo da Pinacoteca de SP, para um bate-papo sobre os trabalhos de mediação inclusiva, que na Pinacoteca vão além de trabalhar públicos de pessoas com limitações sensoriais ou de mobilidade.  

Um trabalho cuidadoso, feito com critério e constantemente aprimorado. A Pina encontrou em pesquisas de hábitos culturais muitos públicos não frequentadores do museu e escolheu alguns prioritários para aprofundar seus trabalhos e os programas educativos. Há ainda os desafios do distanciamento social e as barreiras digitais que se aprofundam na desigualdade. Não perca.

Neste link, a Pesquisa sobre hábitos culturais e perfis de públicos mencionada no programa.

Carta aberta do Comitê Educativo do ICOM aos educadores museais sobre os efeitos da pandemia.  


Aproveite e acompanhe também o Tentáculos com a Diretoria do ICOM, aqui no Curadoria Hilst, a partir de sexta-feira, 5/6/2020

Mais notícias


Publicidade