Aguarde...
Curadoria Hilst
  • +

    Curadoriahilst

    O Tempo e a Casa na Poética de Hilda Hilst

    Olga Bilenky conversa com a ex-residente do Programa de Residências Criativas da Casa do Sol e doutora em Literatura Alessandra Rech

    | ACidade ON

     

    No Diários da Casa do Sol desta semana, Olga Bilenky conversa com a ex-residente do Programa de Residências Criativas da Casa do Sol e doutora em Literatura Alessandra Rech. O papo girará em torno da aproximação de Alessandra com a obra de Hilda e a Casa do Sol, apresentando os temas discutidos em sua tese "Agudíssimas Horas: Imagens do Tempo na Poesia de Hilda Hilst", em que identifica três regimes temporais nas imagens poéticas acionadas por Hilda: Chronos voraz; o Eterno Retorno; e o Tempo antes do Tempo.

    A conversa também enveredará pelo Programa Residências Criativas e a pesquisa que Alessandra desenvolve a esse respeito.

    Inscreva-se na Curadoria Hilst, curta e compartilhe o conteúdo do Instituto Hilda Hilst! ;)

    Alessandra Rech é Doutora em Letras/ Literatura Brasileira pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com a tese: Agudíssimas Horas - Imagens do Tempo na Poesia de Hilda Hilst. Desenvolve estágio pós-doutoral na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), no Programa Avançado de Cultura Contemporânea. Concluiu em 2020 a Especialização Internacional em Epistemologias do Sul (CLACSO), Buenos Aires. Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Letras e Cultura da UCS. Mestre em Letras e Cultura Regional pela Universidade de Caxias do Sul (2005), defendeu a dissertação A Indistinção Primeira - Amor e Interdito Social na Obra de João Guimarães Rosa. Graduada em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Caxias do Sul (1996). Desde agosto de 2007 integra o corpo docente do Departamento de Comunicação Social - Jornalismo da Universidade de Caxias do Sul. Escritora, tem dois livros de crônicas publicados: Aguadeiro, 2007 e Mirabilia, 2014 - este agraciado com o Prêmio Vivita Cartier de Literatura em 2015. É autora, ainda, dos infantis O Sumiço do Canário - Quando os finais precisam ser inventados, 2012, e A insônia dos sabiás, 2018; além de Na Entrada-das-Águas - Amor e Liberdade no Sertão Rosiano, 2010, ensaio. Foi repórter e editora na Zero Hora Editora Jornalística (Jornal Pioneiro, de Caxias do Sul) de 1993 a 2007, e cronista semanal do Jornal Pioneiro 2000 - 2014, coluna Palavras, caderno Sete Dias, empresa para a qual produz a revista Casa&Cia (reportagens e edição) no jornal Pioneiro (Grupo RBS).

    E aqui a playlist completa de Diários da Casa do Sol 


    Mais do ACidade ON