+

Publicidade

Curadoria Hilst

Políticas para a Cultura Tradicional no Estado de São Paulo

De Franca a Indaiatuba, de Piracicaba a Ubatuba, Tiago Saraiva lidera a equipe do Oficinas Culturais em diversos programas e ações pelo Estado de SP

| ACidade ON -

 

 O Tentáculos desta semana convida Tiago Saraiva, Superintendente das Oficinas Culturais do Estado de São Paulo, para um papo sobre as políticas voltadas para a cultura tradicional do Estado e o impacto do investimento nessa área da cultura para o desenvolvimento das comunidades e das pessoas. 

Vamos aproveitar para debater sobre o modelo de OS, as famosas parcerias público-privadas que permitem a execução das políticas de cultura em SP e o caso específico das Oficinas Culturais. Existe a possibilidade de integração das ações das várias Organizações Sociais? 

E a formação profissional na economia da cultura, tema constante na carreira deste importante gestor cultural do Brasil, volta para o divã para entendermos o que vem depois das radicais mudanças provocadas pelo COVID sobre a produção cultural.

Venha espalhar seus tentáculos conosco.

Thiago Saraiva hoje está superintendente das Oficinas Culturais do Estado de São Paulo pela POIESIS - Organização Social de Cultura, onde participou também da implantação do programa Fábricas de Cultura. Em sua carreira, foi: membro do Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes (CMDCA), da Comissão Municipal sobre os Usos de Drogas e Álcool (COMUDA) e da Comissão do Programa VAI Programa de Valorização de Iniciativas Culturais. Participou da implantação do Centro Cultural da Juventude, na Vila Nova Cachoeirinha e dirigiu a programação cultural de equipamentos tais como a Galeria Olido e os Teatros Distritais de São Paulo. É antropólogo por formação e músico por insistência, tendo participado do surgimento e do estabelecimento de iniciativas culturais diversas em São Paulo

Confira aqui a playlist completa do Tentáculos




Mais notícias


Publicidade