+

Publicidade

Curadoria Hilst

Pílula Poética de Hilda Hilst nº 113 - Com os Meus Olhos de Cão

Camila Gomes lê trecho da obra, hoje como parte de "Da Prosa, publicada pela primeira vez em 1993.

| ACidade ON -

   

Pedimos para a comunidade de apaixonados pela Hilda registrarem leituras de seus poemas. Envie seus vídeos lendo Hilda!

Nesta edição das Pílulas Poéticas, a escritora Camila Gomes (do instagram @poema_cru) lê trecho da obra Com os Meus Olhos de Cão, hoje publicada pela @Companhia das Letras como parte de "Da Prosa". A novela "Rútilo nada" é narrada por várias vozes e foi publicada pela primeira vez em 1993.

"Como me sinto? Como se colocassem dois olhos sobre a mesa e dissessem a mim, a mim que sou cego: isto é aquilo que vê. Esta é a matéria que vê. Toco os dois olhos em cima da mesa. Lisos, tépidos ainda (arrancaram há pouco), gelatinosos. Mas não vejo o ver. Assim é o que sinto tentando materializar na narrativa a convulsão do meu espírito. E desbocado e cruel, manchado de tintas, essas pardas-escuras do não saber dizer, tento amputado conhecer o passo, cego conhecer a luz, ausente de braços tento te abraçar, Conhecimento. Bêbado vou indo. Alguém descobrirá "

* Saiba mais sobre este livro em https://tinyurl.com/yydor6tc

Mais notícias


Publicidade