+

Publicidade

Curadoria Hilst

Pílula Poética de Hilda Hilst nº 116 - Dez Chamamentos ao Amigo

A professora de Português e Literatura Diéle Taína Ebert lê poema da série, hoje editado pela @Companhia das Letras em "Da Poesia".

| ACidade ON -

   

Pedimos para a comunidade de apaixonados pela Hilda registrarem leituras de seus poemas. Envie seus vídeos lendo Hilda!

Nesta edição das Pílulas Poéticas, a professora de Português e Literatura Diéle Taína Ebert, do instagram @diele_t, lê poema da série "Dez chamamentos ao Amigo", de #HildaHilst, hoje editado pela @Companhia das Letras em "Da Poesia".

"Se te pareço noturna e imperfeita
Olha-me de novo.
Porque esta noite
Olhei-me a mim, como se tu me olhasses.
E era como se a água
Desejasse

Escapar de sua casa que é o rio
E deslizando apenas, nem tocar a margem.

Te olhei.
E há um tempo
Entendo que sou terra.
Há tanto tempo
Espero
Que o teu corpo de água mais fraterno
Se estenda sobre o meu.
Pastor e nauta

Olha-me de novo com menos altivez.
E mais atento."

* Saiba mais sobre este livro em https://tinyurl.com/yydor6tc

Mais notícias


Publicidade