ACidadeON

Economia

22 entre 24 atividades têm aumentos de preços no IPP de maio, diz IBGE

IBGE IPP maio

| Estadao Conteudo

Os reajustes disseminados nos preços dos produtos industriais na porta de fábrica resultaram na alta de 2,33% registrada pelo Índice de Preços ao Produtor (IPP) de maio, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre as 24 atividades industriais pesquisadas, 22 apresentaram aumentos de preços no mês.

As quatro maiores variações foram observadas entre os produtos de refino de petróleo e produtos de álcool (7,36%), fumo (4,80%), outros equipamentos de transporte (4,63%) e papel e celulose (3,93%).

Em termos de influência, as contribuições de maior magnitude para a inflação da indústria foram de refino de petróleo e produtos de álcool (0,85 ponto porcentual), alimentos (com alta de 3,21% e impacto de 0,60 ponto porcentual) e outros produtos químicos (avanço de 2,59% e contribuição de 0,26 ponto porcentual).

As reduções ocorreram nas atividades de indústrias extrativas (-4,10%, com maior contribuição negativa para a média global, -0,18 ponto porcentual) e bebidas (-1,34%).

Veja também