ACidadeON

Economia

Setor de internet móvel apresenta agenda digital para candidatos

| FOLHAPRESS

LOS ANGELES, EUA (FOLHAPRESS) - A GSMA, entidade que reúne indústria e operadoras do setor de internet móvel, apresentou nesta quinta-feira (13) um documento que foi enviado a todos os candidatos à Presidência com demandas do setor, durante a Mobile World Congress Americas, em Los Angeles.Entre as recomendações estão a autorregulação do setor, o cumprimento da Lei das Antenas pelos municípios e a criação do sistema S para facilitar a capacitação de profissionais da área."A ideia de autorregulação é similar ao como funciona com os bancos brasileiros, onde uma entidade trata dos temas de interesse do setor e oferece as soluções ao órgão regulador. Propostas que sejam aceitáveis pela Anatel e bom para o setor, evitaria a imposição de regras difíceis de serem adotadas ou prejudiciais ao setor", afirmou Amadeu Castro, diretor da GSMA no Brasil.A entidade também cobrou uma revisão da arrecadação de impostos como o Fistel e criticou a alta carga tributária sobre o setor. "Se seguirem cobrando o mesmo preço que seguem cobrando pelo espectro na América Latina, não vamos ter 5G", criticou Sebastián Cabello, diretor da GSMA para a América Latina.A GSMA antecipou dados de um estudo a ser lançado no final do ano, com um panorama da internet móvel na região. Em 2017, a região tinha 417 milhões de smartphones e 436 milhões de linhas ativas. A expectativa é que até 2025 esse número chegue a 517 milhões.O Brasil é o segundo país onde mais se usam smartphones no mundo, com uma média de 4.080 minutos por mês, atrás apenas da Argentina, onde a média 5.344 minutos.*O jornalista viajou a convite da GSMA.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários