Aguarde...

ACidadeON

Economia

Economia brasileira cresce 1,74% no terceiro trimestre, diz Banco Central

| FOLHAPRESS

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A economia brasileira cresceu 1,74% no terceiro trimestre deste ano, em relação aos três meses anteriores, informou o Banco Central nesta sexta-feira (16).O cálculo do banco é feito pelo indicador IBC-Br (Índice de Atividade Econômica do Banco Central), e os dados são dessazonalizados, o que significa que os efeitos típicos de cada mês são retirados do número para possibilitar a comparação.A expansão ocorre após quedas de 0,15% no primeiro trimestre e de 0,79% no segundo.‘Vemos os resultados dos distintos indicadores da atividade [no terceiro trimestre] tendendo claramente a positivos, em parte em resposta à base fraca do segundo trimestre‘, disse o economista-chefe da Tullett Prebon Brasil, Fernando Miguel Monteiro, em nota.Na comparação mensal, a economia brasileira teve uma retração de 0,09% em setembro. O resultado foi melhor que a expectativa em pesquisa da Reuters, de queda de 0,4%, e da Bloomberg, de retração de 0,21%.A queda de setembro foi, no entanto, a primeira mensal desde maio, quando o desempenho econômico do país recuou 3,39% devido à paralisação dos caminhoneiros.TERCEIRO TRIMESTRE POR SETORNa quarta-feira (13), o IBGE divulgou que as vendas do varejo se mantiveram estáveis no terceiro trimestre, mostrando um enfraquecimento ao longo do ano, após alta de 0,8% no segundo trimestre e de 1% nos primeiros três meses do ano.Já o setor de serviços chegou ao fim do terceiro trimestre com um crescimento no volume de 0,8% sobre os três meses anteriores, ante alta de 0,2% no segundo trimestre e contração de 0,6% no primeiro.Nos três meses terminados em setembro, a produção industrial do Brasil terminou com queda acima do esperado, depois de a fabricação de automóveis pressionar com força o setor no mês. Em setembro, a produção da indústria registrou perdas de 1,8% em relação a agosto, segundo o IBGE.A mais recente pesquisa Focus realizada pelo BC junto a economistas mostra que a expectativa é de um crescimento do PIB este ano de 1,36%, acelerando a 2,5% em 2019.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários