Aguarde...

Economia

Agências da Caixa abrem normalmente no megaferiado em SP para pagar auxílio emergencial

| FOLHAPRESS

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, informou nesta terça-feira (19) que as agências do banco funcionarão normalmente no megaferiado desta semana anunciado pelo governo do estado de São Paulo.O objetivo é manter o cronograma de repasses do auxílio emergencial de R$ 600 pago a trabalhadores informais por conta da pandemia do novo coronavírus."Para pagar 59 milhões de brasileiros e equilibrar com a questão da saúde, porque ninguém quer ver aglomerações e filas, nós temos que estar abertos. Amparados por todas as questões legais, vamos abrir sim, vamos manter todo o calendário, não vamos alterar nada", disse Guimarães.O banco centraliza os pagamentos do auxílio emergencial. Para comportar a demanda, as agências estão funcionando em horário ampliado, entre 8h e 14h. Parte dos postos também abre aos sábados.A proposta de antecipação de feriados foi anunciada pelo governador João Doria (PSDB) e pelo prefeito de São Paulo Bruno Covas (PSDB), nesta segunda-feira (18), como forma de aumentar os índices de isolamento social.A medida prevê um megaferiado de seis dias: antecipa o Corpus Christi (celebrado em junho) e Consciência Negra (novembro), para quarta (20) e quinta (21), deixa a sexta (22) como ponto facultativo e pretende adiantar o feriado estadual de 9 de Julho para segunda-feira (25).A proposta dos feriados municipais já foi aprovada pela Câmara Municipal de São Paulo e agora aguarda sanção do prefeito de São Paulo, Bruno Covas. O presidente da Assembleia Legislativa, Cauê Macris (PSDB), afirmou que o projeto de adiantamento do feriado de 9 de Julho para segunda-feira (25) deve ser votado em regime de urgência nesta quinta.O período do feriado coincide com o cronograma de liberações do auxílio de R$ 600 a pessoas que foram aprovadas agora para receber a primeira parcela do benefício. Também há coincidência com repasses da segunda parcela para beneficiários do Bolsa Família.No período, será liberada ainda a segunda parcela a outros trabalhadores informais. Para esses, porém, só será permitido usar os recursos no pagamento de contas ou em comprar com cartão de débito. Os saques, nesses casos, só serão liberados após 30 de maio.Em entrevista, Guimarães afirmou ainda que quatro funcionários da Caixa morreram após infecção do coronavírus -um deles estava cedido para uma associação de funcionários e não trabalhava diretamente no banco."É uma realidade que poderia acontecer independentemente desse atendimento [do auxílio emergencial]. Outros bancos também perderam funcionários e não estão com esse tipo de atendimento", disse, ressaltando que o banco adota protocolo de segurança para evitar contaminação.