ACidadeON

Economia

Focus: alta do PIB de 2018 permanece em 1,55% e expansão de 2019 cai para 2,50%

BC Focus PIB

| Estadao Conteudo

A expectativa de alta para o Produto Interno Bruto (PIB) este ano seguiu em 1,55%, conforme o Relatório de Mercado Focus divulgado na manhã desta segunda-feira, 2, pelo Banco Central (BC). Há quatro semanas, a estimativa era de crescimento de 2,18%. Para 2019, o mercado reduziu a previsão de alta do PIB de 2,60% para 2,50% ante 3,00% de quatro semanas atrás.

Na semana passada, o BC reduziu sua projeção para o PIB em 2018, de 2,6% para 1,6%. A instituição atribuiu a mudança na estimativa à frustração com a economia no início do ano. O Ministério da Fazenda mantém a projeção de 2,5% - porcentual que parece cada vez mais improvável, em função dos números recentes de atividade.

No relatório Focus agora divulgado, a projeção para a produção industrial de 2018 passou de alta de 3,50% para avanço de 3,17%. Há um mês, estava em 3,80%. No caso de 2019, a estimativa de crescimento da produção industrial foi de 3,20% para 3,10%, ante 3,50% verificados quatro semanas antes.

A pesquisa mostrou ainda que a projeção para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2018 seguiu em 55,00%. Há um mês, estava no mesmo patamar. Para 2019, a expectativa permaneceu em 58,00%, ante 57,00% de um mês atrás.

O Focus trouxe ainda manutenção na projeção para a área fiscal em 2018. A relação entre o déficit primário e o Produto Interno Bruto este ano seguiu em 2,10%. No caso de 2019, permaneceu em 1,50%. Há um mês, os porcentuais estavam em 1,90% e 1,39%, respectivamente.

Já a relação entre déficit nominal e PIB em 2018 seguiu em 7,20%, conforme as projeções dos economistas do mercado financeiro. Para 2019, permaneceu em 6,80%. Há quatro semanas, estas relações estavam em 7,18% e 6,70%.

O resultado primário reflete o saldo entre receitas e despesas do governo, antes do pagamento dos juros da dívida pública. Já o resultado nominal reflete o saldo já após as despesas com juros.

A partir de hoje, as projeções do mercado para o déficit primário e o déficit nominal passam a ser publicadas no Focus.

Balança comercial

Os economistas do mercado financeiro alteraram a projeção para a balança comercial em 2018 na pesquisa Focus. A estimativa de superávit comercial passou de US$ 57,31 bilhões para US$ 58,28 bilhões. Um mês atrás, a previsão estava em US$ 57,00 bilhões. Para 2019, a estimativa de superávit seguiu em US$ 49,70 bilhões, ante US$ 49,30 bilhões de um mês antes.

Na estimativa mais recente do BC, atualizada no Relatório Trimestral de Inflação (RTI), o saldo positivo de 2018 ficará em US$ 61,0 bilhões.

No caso da conta corrente, as previsões contidas no Focus para 2018 seguiram indicando déficit de US$ 20,00 bilhões ante US$ 23,50 bilhões de quatro semanas antes. Para 2019, a projeção de rombo foi de US$ 36,00 bilhões para US$ 35,95 bilhões. Um mês atrás, o rombo projetado para o próximo ano era de US$ 38,58 bilhões.

Para os analistas consultados semanalmente pelo BC, o ingresso de Investimento Direto no País (IDP) será mais do que suficiente para cobrir o resultado deficitário, tanto em 2018 quanto em 2019. A mediana das previsões para o IDP em 2018 passou de US$ 70,50 bilhões para US$ 70,00 bilhões ante US$ 75,00 bilhões de um mês atrás. Para 2019, a expectativa foi de US$ 78,30 bilhões para US$ 76,60 bilhões, ante US$ 80,00 bilhões de um mês antes.

O BC projeta déficit de US$ 11,5 bilhões em transações correntes em 2018 e IDP de US$ 70,0 bilhões.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários