ACidadeON

Economia

Estamos próximos de acordos comerciais 'muito justos', diz Trump

EUA Trump guerra comercial

| Estadao Conteudo

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou na tarde desta segunda-feira em Washington que o país está próximo de fechar "acordos comerciais muito justos" com outras nações, sem citar, porém, quais nações com as quais ele está negociando.

Ao receber na Casa Branca o primeiro-ministro da Holanda, Mark Rute, Trump disse que vai se reunir "muito em breve" com funcionários da União Europeia para tratar da questão comercial com o bloco. O presidente americano ameaça no bastidores sobretarifar as importações de carro do continente, em medida semelhante às importações de aço e alumínio.

Ainda sobre comércio, Trump disse que uma eventual saída do país da Organização Mundial do Comércio (OMC) está fora de questão. "Mas eles têm nos tratado muito mal e eu espero que mudem de posição", afirmou.

O presidente americano afirmou também que ligou para o presidente eleito do México, o esquerdista Andrés Manuel López Obrador, e que a conversa girou em torno da proteção de fronteiras, da reformulação do Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta) e da possibilidade de um acordo bilateral com o país.

Trump reiterou o planejamento de anunciar na próxima segunda-feira, 9, o próximo membro da Suprema Corte, em substituição ao juiz Anthony Kennedy. Segundo o presidente, ele entrevistou quatro pessoas hoje.

Veja também