ACidadeON

Esportes

James Harden desbanca LeBron James e conquista prêmio de MVP da NBA

basquete NBA MVP James Harden LeBron James

| Estadao Conteudo

O armador James Harden, do Houston Rockets, foi eleito o melhor jogador da temporada da NBA. Em cerimônia realizada na noite de segunda-feira em Los Angeles, na Califórnia, o jogador de 28 nos desbancou LeBron James e, com 86% dos votos, recebeu o troféu de MVP de 2017/2018.

A escolha foi feita por 100 jornalistas levando em conta apenas a temporada regular. Harden levou o Houston Rockets a fazer a melhor campanha de sua história, ao terminar a fase inicial da temporada em primeiro lugar na classificação geral, com 65 vitórias no total. O Barba teve uma média de 30,4 pontos por partida, com 8,8 assistências e 5,4 rebotes.

"Nos últimos quatro anos estive batendo na trave, batendo na trave. Agora finalmente esse momento chegou. A cada ano você sempre tenta ser melhor do que no ano anterior. Erguer esse troféu agora significa muito", afirmou Harden que disputou sua nona temporada na NBA e, nas últimas duas, era um dos favoritos ao prêmio de MVP.

O armador do Houston Rockets foi à cerimônia acompanhado da mãe. Ao receber o prêmio, ele agradeceu os companheiros e quase foi às lágrimas. "Vou tentar não me emocionar aqui. Mas ela (a mãe) é minha sustentação nos bons e não maus momentos."

LeBron James, que já tem quatro troféus de MVP na prateleira (2009, 2010, 2012 e 2013) era o principal concorrente. O fenômeno do Cleveland Cavaliers, de 33 anos, terminou a temporada com 27,5 pontos de média, 9,1 assistências e 8,6 rebotes. Outro cotado ao prêmio, Anthony Davis, pivô dos New Orleans Pelicans, corria por fora na disputa e fechou o ano com 28,1 pontos de média.

OUTROS PRÊMIOS - Ben Simmons, ala-armador do Philadelphia 76ers, faturou o troféu de calouro, apesar de estar em seu segundo ano na NBA - na temporada de estreia ele sofreu uma lesão e não atuou. Na mais recente edição, ele ficou com média de 15,8 pontos por partida, 8,2 assistências e 8,1 rebotes.

O técnico Dwane Casey, demitido pelo Toronto Raptors após o vexame nos playoffs, ganhou o prêmio de melhor treinador. Na temporada regular, a equipe terminou com 59 vitórias. Casey comandará o Detroit Pistons na próxima edição da NBA.

Os jornalistas ainda elegeram o francês Rudy Gobert, do Utah Jazz, como melhor defensor, o armador Victor Oladipo, do Indiana Pacers, como o jogador que mais evoluiu e Lou Williams, do Los Angeles Clippers, como melhor sexto homem. O veterano Jamal Crawford, de 38 ano, foi eleito pelos jogadores como melhor companheiro de time.

Veja também