Aguarde...

ACidadeON

Esportes

Em volta após 11º título de Roland Garros, Nadal estreia com vitória em Wimbledon

tênis Wimbledon Rafael Nadal

| Estadao Conteudo

Em seu retorno às competições após mais de três semanas afastado, pois não jogava desde quando conquistou o seu 11º título de Roland Garros, no dia 10 de junho, Rafael Nadal estreou com uma vitória tranquila em Wimbledon nesta terça-feira. Líder do ranking mundial, o tenista espanhol superou o israelense Dudi Sela por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/3 e 6/2, e se garantiu na segunda rodada do Grand Slam realizado em Londres.

Campeão do tradicional torneio realizado em quadras de grama na capital inglesa em 2008 e 2010, Nadal assim avançou para enfrentar na próxima fase o casaque Mikhail Kukushkin, que em outro duelo do dia derrotou o canadense Vasek Pospisil por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6, 6/2 e 6/3.

Mesmo sem adquirir ritmo nesta temporada de grama em eventos preparatórios para Wimbledon, o espanhol confirmou favoritismo com tranquilidade contra Dudi Sela, atual 127º colocado da ATP. Ele só teve o saque quebrado por uma vez, já no terceiro set, e aproveitou seis de 14 chances de ganhar games no serviço do rival para assegurar o seu triunfo em 1h50min de confronto.

Nadal almeja conquistar em Wimbledon o 80º título de sua carreira e o quinto neste ano, sendo que ele precisa alcançar pelo menos as oitavas de final da competição para assegurar a sua permanência na liderança do ranking.

ZVEREV TAMBÉM VENCE - Outro tenista de destaque que estreou com vitória em partida realizada nesta terça-feira em Londres foi o alemão Alexander Zverev. Quarto cabeça de chave do Grand Slam inglês e atual terceiro colocado da ATP, ele superou o australiano James Duckworth por 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 6/2 e 6/0.

Assim, Zverev avançou para encarar na segunda rodada o norte-americano Taylor Fritz, que eliminou o italiano Lorenzo Sonego com uma vitória de virada, por 3 sets a 1, com parciais de 3/6, 6/3, 6/2 e 6/2.

THIEM ABANDONA - Já o austríaco Dominic Thiem, sétimo cabeça de chave, acabou sendo eliminado na estreia ao se retirar por lesão da partida que fazia com o cipriota Marcos Baghdatis. Ele abandonou o duelo quando perdia o terceiro set por 2/0, após já ter sido batido por 6/4 e 7/5 nas duas primeiras parciais.

Desta forma, o tenista do Chipre avançou para encarar na segunda rodada o russo Karen Khachanov, responsável pela eliminação do espanhol David Ferrer com parciais de 6/1, 7/6 (7/3), 3/6 e 7/5.

Outro Top 10 eliminado na estreia nesta terça-feira foi o belga David Goffin, nono colocado da ATP e 10º cabeça de chave em Wimbledon. Ele foi superado pelo australiano

Matthew Ebden por 3 sets a 0, com 6/4, 6/3 e 6/4.

O espanhóis Pablo Carreño-Busta e Fernando Verdasco também foram eliminados na condição de respectivos 20º e 30º pré-classificados. O primeiro deles foi batido por

Radu Albot, da Macedônia, em um jogo de cinco sets com parciais de 3/6, 6/0, 6/7 (5/7), 6/2 e 6/1. Já Verdasco foi despachado pelo norte-americano Frances Tiafoe, que ganhou por 3 sets a 1, com 7/6 (8/6), 7/6 (7/5), 3/6 e 6/3.

Já o britânico Kyle Edmund, o australiano Nick Kyrgios, o japonês Kei Nishikori e o argentino Diego Schwartzman justificaram o status de pré-classificados com vitórias em suas estreias. Fora deste grupo de cabeças de chave, o norte-americano Bradley Klahn, o holandês Robin Haase, o letão Ernests Gulbis, o francês Stephane Robert, o checo Jiri Vesely, o italiano Simone Bolelli e o francês Pierre-Hugues Herbert também abriram suas campanhas com triunfos em partidas já encerradas nesta terça.

Veja também