Aguarde...

ACidadeON

Esportes

Gabigol diz que chance de ficar no Santos é "muito pequena"

| FOLHAPRESS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O atacante Gabriel Barbosa admite que está chateado por ficar respondendo sobre a sua permanência no Santos para a próxima temporada. Gabigol, inclusive, admitiu que a possibilidade dele atuar no alvinegro praiano em 2019 é muito pequena. A diretoria santista já conta com a saída do jogador. "Fica até chato perguntar, falei depois do jogo contra o Palmeiras, na última coletiva. Fica chato responder a mesma coisa", disse. "Difícil falar, as coisas mudaram, mas esforço feito foi por amor ao Santos. Pela minha vontade de voltar depois de um ano sem jogar, confiando no meu potencial, nos meus companheiros para me ajudar a retomar o bom futebol. São tempos diferentes, jogadores chegaram. As coisas vão se decidir depois, mas sendo sincero: possibilidade é muito pequena", afirmou Gabigol. A Inter de Milão, da Itália, detentora dos direitos econômicos do camisa 10 do Santos, só aceita negociar Gabigol por 20 milhões de euros (cerca de R$ 85 milhões), valor fora da realidade do Santos. Vale lembrar que o clube italiano desembolsou quase 30 milhões de euros (R$ 128 milhões) para tirá-lo do alvinegro praiano em 2016. Para contratar Gabigol por empréstimo nesta temporada, o Santos pagou 1,7 milhão de euros (R$ 6,6 milhões –cotação da época) por um ano de contrato. Dividido em 12 meses, o valor é o equivalente a 141 mil euros (R$ 554 mil – cotação da época) por mês. Além disso, o clube paulista paga mais R$ 50 mil em CLT (Consolidações das Leis Trabalhistas) ao jogador. Desta forma, Gabigol custou ao Santos cerca de R$ 600 mil mensais nesta temporada. O restante do ordenado do atacante na Itália foi pago pela Inter de Milão. Gabriel Barbosa ganha pouco mais de R$ 1 milhão mensal em seu contrato com o clube italiano.

Veja também