Aguarde...

ACidadeON

Esportes

Atlético-MG põe fim em jejum, bate Paraná e abre vantagem no G-6

| FOLHAPRESS

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - O Atlético-MG quebrou a sua maior sequência negativa na temporada e venceu o Paraná por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (14), pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Fábio Santos, em cobrança de pênalti, marcou o único gol da partida ocorrida no Durival Britto, em Curitiba. Embora não tenha conseguido ampliar o placar com dois jogadores a mais em campo, o Atlético-MG se mantém na sexta colocação do torneio nacional, com 50 pontos, três a mais que o Atlético-PR, sétimo colocado. O Santos, com 46, ainda entra em campo nesta quinta-feira. O Paraná já está rebaixado no Brasileirão. O time de Curitiba tem apenas 21 pontos em 34 rodadas. Na próxima rodada, o time alvinegro enfrentará o Bahia no sábado, às 21h (de Brasília), no Independência. O Paraná enfrentará o Palmeiras no domingo (18), às 17h (de Brasília) no Allianz Parque. Fábio Santos foi o principal jogador do Atlético-MG no jogo desta quarta-feira. O lateral esquerdo marcou um gol em cobrança de pênalti, aos 14min do primeiro tempo e apareceu com frequência ao setor ofensivo e criou boas chances de marcar. Ele ainda foi implacável na marcação. A partida teve um lance no mínimo polêmico foi anulado pela arbitragem. Luan aproveitou cruzamento de Juan Cazares e dividiu bola com o goleiro Richard na grande área. O arqueiro do Paraná, que havia deixado a meta para socar a bola, se desequilibrou e viu Fábio Santos marcar na sobra. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa/RJ), contudo, optou por marcar falta do camisa 27 no goleiro do Paraná. Do outro lado, o Paraná chegou a ensaiar uma reação. No entanto, a expulsão de Silvinho ainda no primeiro tempo exterminou qualquer possibilidade de mudança do lanterna do Brasileirão. O atacante, que voltou a ser titular depois de três rodadas saindo do banco de reservas, decepcionou em campo. Ele foi um dos piores nomes do time paranista no confronto. Minutos após o intervalo, o Paraná perdeu seu segundo jogador em campo. Andrey acertou o rosto de Matheus Galdezani com o braço esquerdo e recebeu o segundo amarelo. Na matemática do futebol, acabou expulso do confronto e deixando o Paraná ainda mais frágil para tentar uma reação contra o Atlético. A vitória desta quarta-feira fez com que o Atlético-MG encerrasse a sua maior seca de vitórias da temporada. O Galo ficou seis partidas sem sentir o gosto de um triunfo no ano -foram quatro derrotas (Chapecoense, Fluminense, Ceará e Grêmio) e dois empates (América-MG e Palmeiras) neste período. O último triunfo foi diante do Sport, pela 27ª rodada do Brasileirão. Na ocasião, a equipe bateu os pernambucanos por 5 a 2 no estádio Independência. PARANÁ Richard; Wesley Dias, Charles, Igor, Juninho; Leandro Vilela (Jhony), Alex Santana, Silvinho, Rodrigo Carioca (Alesson); Andrey, Rafael Grampola (Keslley). T.: Dado Cavalcanti ATLÉTICO-MG Victor; Emerson (Patric), Leonardo Silva, Iago Maidana, Fábio Santos; Matheus Galdezani, Elias, Juan Cazares, David Terans; Luan (Bruninho), Alerrandro (Denilson). T.: Levir Culpi Estádio: Durival Britto, em Curitiba (PR) Juiz: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ) Cartão amarelo: Richard, Alex Santana, Charles (Paraná); Emerson, Bruninho, Patric (Atlético-MG) Cartão vermelho: Silvinho, Andrey (Paraná) Gol: Fábio Santos, aos 14min do primeiro tempo

Veja também