Aguarde...

ACidadeON

Esportes

Jair Ventura ganha respiro e chance de recomeçar no Corinthians em 2019

| FOLHAPRESS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A temporada não foi nada tranquila para Jair Ventura, que assumiu o Corinthians em setembro com alguns abacaxis para descascar. A final da Copa do Brasil talvez fosse suficiente para avaliar o início de trabalho como bom, mas a fase que se seguiu ligou o alarme pelo risco de rebaixamento no Brasileirão. Agora que tal risco parece irrisório, o treinador deve ganhar tranquilidade para recomeçar seu projeto em 2019.O 2018 de Jair teve início no Santos, de onde foi demitido no meio do ano. Ele então foi ao Corinthians às vésperas de um clássico e da semifinal da Copa do Brasil e, bem ou mal, deu conta. O título foi perdido nos detalhes para o Cruzeiro, pouco mais de um mês após o técnico ser apresentado. Seus números não são bons (quatro vitórias em 16 jogos; 35,4% de aproveitamento nos pontos disputados), mas ele tem a confiança da diretoria. "Jair fica", adiantou o diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, após a vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, no sábado (17). "Temos o costume de deixar o treinador trabalhar. Vamos ver os próximos três jogos, como o Corinthians vai, mas não temos intenção nenhuma de mudar. O treinador tem que ter tempo de fazer uma pré-temporada para ter resultados lá na frente", completou o dirigente.O treinador, de fato, ainda está conhecendo o elenco. No meio-campo, por exemplo, já tentou diversas formações: tentou Gabriel e Ralf juntos; deu confiança e titularidade a Douglas; recuou Araos como segundo volante; e na última rodada apostou em Thiaguinho. No comando de ataque, a mesma coisa: insistiu à exaustão em Roger e Jonathas, chegou a usar Romero ali, e rendeu-se a Danilo. Foi por tentativa e erro que Jair Ventura viveu suas dez semanas de Corinthians até aqui -só quatro delas completas para treinos.A permanência no clube lhe daria tempo para desenvolver suas ideias, o que ainda não teve. Em um ano de precipitações no Corinthians, com saída de comissão técnica e de vários jogadores, o treinador foi envolvido pelo turbilhão e só com muito custo conseguiu ajudar a equipe a ganhar respiro na reta final de temporada.Seja como for, os jogadores o aprovam. Cássio deixou a Arena no sábado dizendo que o elenco "tem total confiança no treinador". Pedrinho foi além e caprichou nos elogios. "Jair é um cara fantástico. Ele acredita em nós e nós acreditamos nele", disse o atacante. Recentemente o treinador já havia sido defendido por Léo Santos, para quem "o técnico não entra em campo".Jair Ventura tem contrato com o Corinthians até dezembro de 2019, mas por enquanto evita falar na sua permanência. Ele diz querer muito ficar, mas entende estar "nas mãos da diretoria". Os três jogos que devem confirmar sua sequência no Parque São Jorge são contra Atlético-PR (nesta quarta, às 21h45), Chapecoense e Grêmio. O time está em 12º lugar no Brasileiro, com 43 pontos, seis acima do América-MG, hoje o primeiro time na zona de rebaixamento.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários