Aguarde...

ACidadeON

Esportes

Vasco somou só um ponto no turno contra trio de adversários da reta final

| FOLHAPRESS

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - Com a corda no pescoço no Campeonato Brasileiro, o Vasco tem três rodadas para espantar de vez o risco da queda para a Série B. Para evitar um quarto rebaixamento, o time cruz-maltino tem pela frente uma sequência que representou apenas um ponto na conta no primeiro turno. Na primeira metade da competição, os vascaínos perderam para o São Paulo, por 2 a 1, e para o Palmeiras, por 1 a 0, além de empataram em 1 a 1 com o Ceará. Se a equipe repetir este desempenho, o ano dificilmente terminará bem para o torcedor. Para alento do vascaíno, os duelos contra os paulistas serão em São Januário, arma considerada decisiva nesta reta final. Com promessa de casa cheia, a equipe encara na quinta-feira (22) os são-paulinos, às 20h. "Não tem muito o que lamentar. Temos duas batalhas em casa e, se vencermos ambas, nos livraremos do rebaixamento e vamos tentar brigar pela Sul-Americana", disse o meia Thiago Galhardo. Para a decisão desta quinta, o time não terá o técnico Alerto Valentim no banco de reservas. Expulso contra o Corinthians, o treinador deve ser substituído pelo auxiliar Fernando Miranda na função. Dentro de campo, no entanto, a equipe deve ter a volta de um reforço dos mais importantes. Em recuperação de um corte no pé, o atacante argentino Máxi López deve estar à disposição para iniciar o clássico. Com 39 pontos conquistados, o Vasco planeja somar ao menos mais cinco para garantir a sua permanência na elite do Brasileirão. De acordo com o site Chance de Gol, a probabilidade de descenso é de 25% ao fim da 35ª rodada da competição nacional.

Veja também