Publicidade

esportes

Serena Williams exige investigação sobre paradeiro da tenista chinesa Shuai Peng

Serena Williams exige investigação sobre paradeiro da tenista chinesa Shuai Peng

| Estadao Conteudo -

A estrela do tênis Serena Williams se uniu nesta quinta-feira aos apelos para que seja investigada o paradeiro da jogadora chinesa Shuai Peng, desaparecida há duas semanas desde que acusou um poderoso político chinês de agressão sexual.

"Estou arrasada e chocada por não ter notícia do paradeiro da minha companheira Shuai Peng. Espero que ela esteja segura e que seja encontrada o mais rápido possível", escreveu a ex-número um do tênis em sua conta no Twitter.

"Isso deve ser investigado e não devemos permanecer em silêncio", exigiu Williams. Na mensagem, a tenista americana postou uma foto de Peng sorridente com a frase "#WhereIsPengShuai" ('Onde está Peng Shuai?').

"Envio meu amor para ela e sua família durante este momento incrivelmente difícil", acrescentou Williams. Além de Serena Williams, outros nomes de destaque do tênis mundial, como o sérvio Novak Djokovic e a japonesa Naomi Osaka, entre outros, expressaram publicamente sua preocupação em relação à situação de Shuai.

Há duas semanas o mundo não tem notícias da estrela do tênis chinês, ex-número um do mundo de duplas, o que coincide com a denúncia de agressão sexual que ela apresentou contra um dos políticos mais poderosos do país.

Shuai Peng, que já foi campeã de duplas em Wimbledon e Roland Garros, escreveu na plataforma Weibo, o equivalente chinês do Twitter, no início de novembro, que o ex-vice-primeiro-ministro Zhang Gaoli a havia forçado a fazer sexo e a manter um relacionamento durante anos.

Mais notícias


Publicidade