Publicidade

esportes

DeRozan comanda vitória do líder Chicago Bulls no clássico com os Knicks na NBA

DeRozan comanda vitória do líder Chicago Bulls no clássico com os Knicks na NBA

| Estadao Conteudo -

Chicago Bulls e New York Knicks não andam bem das pernas faz um tempo na NBA. Mesmo assim, figuram entre as equipes mais tradicionais. Neste domingo, fizeram um belo e disputado clássico, vencido no fim pelo time de DeMar DeRozan, que foi o destaque nos 109 a 103 no United Center.

Em dia apagado de Zach Lavine, que errou todas as tentativas de três pontos, fez somente 21 pontos e teve um aproveitamento de 35%, DeRozan conduziu os Bulls à vitória nas costas. Assumiu as principais jogadas e não decepcionou.

Dispostos a se vingarem da derrota para os Knicks, também em Chicago, no dia 28 de outubro, os Bulls começaram atrás do placar e só foram buscar a virada já na parte final de jogo. Julius Randle estava com a mão certeira e tinha tudo para ser o destaque da partida com os 34 pontos para os visitantes. Mas foi bloqueado no fim, quando os Knicks buscavam empate para levar o jogo à prorrogação. O lance acabou decisivo.

DeRozan, com seus 31 pontos, acabou fazendo a festa para a 12ª vitória dos Bulls, novamente na liderança da Conferência Leste,em briga grande casam outros três candidatos: Brooklyn Nets, Washington Wizards e Miami Heat.

Os Bulls perdiam por seis pontos no terceiro set. E chegaram ao período final ainda atrás, com 74 a 72. Mas duas cestas de três seguidas de White e Derrick Jones Jr., enfim, colocaram a equipe na frente. Bastou administrar a vantagem. DeMar DeRozan fez 19 dos seus 31 pontos após o intervalo e a vitória acabou bastante festejada no fim.

O domingo ainda marcou a expulsão de LeBron James por um golpe forte no rosto de Isaiah Stewart, do Detroit Pistons. Ao tentar fazer com que o rival largasse seu braço, o astro do Los Angeles Lakers acabou atingindo seu supercílio e um princípio de confusão marcou o jogo.

"Assim que o LeBron o acertou, ele se virou e disse 'desculpa, foi sem querer'. O Stewart teve um corte acima do olho, não foi de propósito. Todos na liga sabem que o LeBron não é um jogador sujo", defendeu Anthony Davis.

LeBron foi expulso, mas seus companheiros buscaram incrível vitória após o time entrar no último quarto com 15 pontos de desvantagem. Westbrook, punido com falta técnica na hora da confusão por estar "agindo como instigador de briga e não como um apaziguador", de acordo com a arbitragem, se destacou.

Dos seus 26 pontos, 15 foram no quarto final, imprescindíveis para a virada de 121 a 116. "Sempre que eu puder estar no modo de ataque e conseguir trazer o time junto, é benéfico. Nessa noite nos precisávamos disso."

Confira os resultados de domingo:

Portland Trail Blazers 118 x 111 Philadelphia 76ers

Sacramento Kings 105 x 123 Utah Jazz

Los Angeles Clippers 97 x 91 Dallas Mavericks

Detroit Pistons 116 x 121 Los Angeles Lakers

Chicago Bulls 109 x 103 New York Knicks

Phoenix Suns 126 x 97 Denver Nuggets

Golden State Warriors 119 x 104 Toronto Raptors

Confira os jogos desta segunda-feira:

Washington Wizards x Charlotte Hornets

Cleveland Cavaliers x Brooklyn Nets

Atlanta Hawks x Oklahoma City Thunder

Boston Celtics x Houston Rockets

New Orleans Pelicans x Minnesota Timberwolves

Chicago Bulls x Indiana Pacers

Milwaukee Bucks x Orlando Magic

San Antonio Spurs x Phoenix Suns

Utah Jazz x Memphis Grizzlies

Mais notícias


Publicidade