Publicidade

esportes

Flamengo vende 95% dos ingressos contra 50% do Palmeiras e terá maioria na final

Flamengo vende 95% dos ingressos contra 50% do Palmeiras e terá maioria na final

| Estadao Conteudo -

O Flamengo levará vantagem nas arquibancadas do estádio Centenário na final da Libertadores. O time rubro-negro vendeu quase todos os seus ingressos para a decisão em Montevidéu, enquanto que o Palmeiras, até esta terça-feira, a quatro dias da decisão, comercializou somente cerca de metade da carga a que tem direito.

O Estadão apurou que 95% dos bilhetes destinados à torcida do Flamengo já foram vendidos. Em relação ao Palmeiras, a reportagem ouviu que a "procura está mais baixa do que o esperado", aproximadamente 50%. Cada clube tem direito a mesma cota de pouco mais de 10 mil ingressos. As entradas destinadas aos dois finalistas - categoria 4 - são vendidas a R$ 1.120.

O preço alto dos ingressos, das passagens aéreas e de hospedagem na capital uruguaia fez com que a procura seja menor do que o normal para o jogo mais importante da temporada. Até atletas, como Dudu, reclamaram dos valores cobrados pela Conmebol. Ainda assim, alguns torcedores se viraram. Muitos vão de ônibus ou de carro partindo de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Há pontos de trocas de ingressos no Brasil e também no Uruguai.

Será a terceira final continental disputada em campo neutro e a segunda com público, já que no Maracanã, em janeiro, apenas convidados puderam ver a vitória do Palmeiras sobre o Santos por 1 a 0.

Os flamenguistas ficarão na Tribuna Colombes, lugar ocupado tradicionalmente pelos torcedores do Nacional, e os palmeirenses, na Tribuna Amsterdam, onde historicamente se acomodam os fãs do Peñarol. Os dois espaços ficam atrás dos gols do estádio. Alguns ônibus das organizadas já partem de Rio, São Paulo e Porto Alegre em direção ao Uruguai na noite desta quarta-feira.

A venda geral fica a cargo da Conmebol, que comercializa as entradas para a tribuna Olímpica e para a plateia Olímpica, das categorias 2 e 3, considerados setores neutros. Para ver o jogo desses setores, que ficam na região central do estádio, o torcedor tem de desembolsar no mínimo R$ 1.680.

"Seguramente vai haver torcedores de Flamengo e Palmeiras que ocuparão a tribuna Olímpica", admitiu o chefe da polícia uruguaia, Richard Cabral, em entrevista coletiva nesta quarta-feira que detalhou a operação para a decisão em Montevidéu.

Nos últimos dias, foram colocadas à vendas novas cargas de ingressos graças à liberação do governo uruguaio para ter 100% de público no estádio Centenário. A Conmebol não divulga a parcial de venda dos bilhetes. Todos os torcedores terão de apresentar o comprovante vacinal com as duas doses do imunizante contra a covid-19 para entrar no estádio.

O Centenário pode receber até 61 mil torcedores, mas não estará completamente lotado porque a Conmebol não colocou à venda todos os assentos. A entidade que organiza o futebol sul-americano restringiu algumas cadeiras por questão de segurança e transformou outras áreas em camarotes e espaços VIP para convidados.

Segundo a Conmebol, a receita obtida com a venda dos ingressos das finais da Sul-americana e da Libertadores "será reinvestida no futebol do continente, sendo 50% da arrecadação destinada aos clubes participantes - metade para cada - e 50% para cobrir a organização e os custos operacionais do evento".

Mais notícias


Publicidade