Publicidade

esportes

Após empate, Marcos Rocha lamenta desfalque na final da Libertadores

Após empate, Marcos Rocha lamenta desfalque na final da Libertadores

| Estadao Conteudo -

O lateral-direito Marcos Rocha foi titular do Palmeiras na noite desta terça-feira e jogou os 90 minutos contra o Atlético-MG, no empate por 2 a 2 no Allianz Parque, em São Paulo. Apesar da escalação de uma equipe reserva, Rocha esteve em campo porque será desfalque certo na final da Copa Libertadores, no sábado, em Montevidéu.

Ao fim da partida, o lateral lamentou a baixa no jogo mais importante da temporada do Palmeiras, mas mostrou confiança em seus prováveis substitutos: Maybe ou Gabriel Menino. "Vou sofrer mais (sem poder jogar a final). Queria muito estar com meus companheiros nesta partida, mas infelizmente tomei o terceiro amarelo. Muita confiança no Mayke, no Menino, em todo o grupo", declarou.

Para Marcos Rocha, o técnico Abel Ferreira acertou ao poupar os titulares nos últimos jogos do Palmeiras antes da grande final, contra o Flamengo, na capital uruguaia. "O Abel fez a estratégia de rodar bastante a equipe, estão todos aptos para jogar a final no sábado."

O lateral comentou também a coincidência de ficar novamente fora de uma final de Libertadores. Em 2013, quando defendia o Atlético-MG, também cumpriu suspensão por cartões. "Estarei na torcida, mais uma vez, já que aconteceu comigo em 2013. Espero que se repita com uma vitória e mais um título", projetou o experiente jogador.

Apesar da suspensão, Marcos Rocha deve fazer parte da delegação do Palmeiras que viajará para Montevidéu. Ele poderá embarcar com o time na tarde desta quarta-feira, após o treino pela manhã. Ou viajar com os demais funcionários do clube, que vão embarcar em um outro voo para a final, no início do sábado.

Mais notícias


Publicidade