Publicidade

esportes

Ceni atribui derrota do São Paulo aos 'erros grotescos' e quer ajustar a equipe

Ceni atribui derrota do São Paulo aos 'erros grotescos' e quer ajustar a equipe

| Estadao Conteudo -

Erros grotescos explicam a derrota do São Paulo diante do Athletico Paranaense por 1 a 0 na Arena da Baixada, pelo Campeonato Brasileiro. Essa foi a avaliação do técnico Rogério Ceni após o quinto jogo da equipe sem vitórias no torneio (quatro empates e uma derrota). Na partida deste domingo, 31, o time cedeu, por exemplo, dois pênaltis para o rival - um deles foi defendido pelo estreante Felipe Alves.

"Não vejo superioridade do Athletico Paranaense. Cometemos erros grotescos em vários partes do campo. Quando erra muito, você acaba pagando o preço", disse o treinador em entrevista coletiva após a partida.

Ceni considera que muitas chances do rival nasceram exatamente dos erros do São Paulo. O pênalti que definiu o placar nasceu de uma falta do lateral João Moreira no uruguaio Canobbio. "Erros acontecem, mas fazem parte do futebol. Ele (João Moreira) teve personalidade e continuou bem na partida. Mas repito: esse não foi o único erro que cometemos", afirmou.

Antes do pênalti convertido, o time tricolor também havia cedido outra penalidade. Após falhar um domínio de bola, o goleiro estreante Felipe Alves derrubou Vitor Roque. Na cobrança, ele se redimiu e defendeu a cobrança de Thiago Heleno. Vale lembrar que Felipe Alves foi contratado às pressas após a lesão de Jandrei por apresentar, entre outras qualidades, a habilidade com a bola nos pés.

O desafio de Rogério Ceni é corrigir os erros para o jogo desta quarta-feira, diante do Ceará, pela Copa Sul-Americana. No Paraná, o treinador optou por começar o jogo com os reservas, pensando exatamente no início do mata-mata. No segundo tempo, os titulares voltaram, mas não conseguiram evitar a derrota. Neste domingo, Ceni completou 100 jogos como treinador da equipe tricolor. Em duas passagens, ele soma 44 vitórias, 32 empates e 24 derrotas.

Publicidade