Aguarde...

ACidadeON

Esportes

Após deixar o Napoli, Rafael Cabral encerra período de treinos no Santos

futebol Santos FC Rafael Cabral

| Estadao Conteudo

Sem clube desde que deixou o Napoli no final da última temporada, Rafael Cabral vestiu o uniforme de treinos do Santos, clube que o revelou, e se exercitou no CT Rei Pelé da última quinta-feira até esta quarta. Em busca de evolução antes de assinar contrato com uma nova equipe, o goleiro encerrou período de atividades no clube após fazer trabalho técnico, com o treinador de goleiros Arzul, e de prevenção contra lesões, com o fisioterapeuta Thiago Lobo.

"Quero ser melhor a cada dia. Para alcançar isso, preciso trabalhar com os melhores, e o Arzul é o melhor preparador de goleiros que existe, e o Thiago Lobo é o melhor fisioterapeuta. Trabalhar com eles é uma honra, ainda mais por ser no clube que eu amo", disse Rafael ao site oficial do Santos nesta terça-feira.

O goleiro se declarou ao clube que defendeu de 2010 até 2013. "Nunca escondi meu carinho pelo Santos, por tudo que vivi aqui dentro, por todas as pessoas que conheci. É uma honra ter jogado aqui e feito história nesse clube. O Santos confiou no meu trabalho. Tive a oportunidade de jogar durante três anos e conquistar títulos. O Santos me levou à Seleção e para à Europa. Sou muito grato por tudo. Poder estar aqui é muito bom, mesmo que seja só para treinar", afirmou.

Como titular, Rafael ganhou os títulos da Copa do Brasil de 2010, do Campeonato Paulista de 2011 e 2012, da Copa Libertadores de 2011 e da Recopa Sul-Americana de 2012. O jogador foi vendido ao Napoli em julho de 2013, por uma quantia paga de 5,5 milhões de euros (cerca de R$ 16 milhões na cotação da época).

O goleiro comentou um vídeo famoso entre torcedores santistas, no qual ele garantiu que a equipe que disputava a Copa Libertadores de 2011, vencida pelo Santos, iria passar da fase de grupos, mesmo após derrota para o Colo Colo, pela terceira rodada daquela edição. Com só dois pontos ganhos àquela altura, Rafael disse a quem cobrava o time em Santiago, logo após o revés: "Olha no meu olho, nós vamos nos classificar!".

"Eu lembro muito bem dessa cena. Fui atrás do gol para tirar uma foto que tinham pedido. Na mesma hora chegaram outros torcedores e tivemos aquela conversa. Não sabia que estava sendo filmado. Fui bem sincero, pois era aquilo que tinha no meu coração. Acreditava que aquela equipe poderia classificar e ser campeã. Felizmente, isso aconteceu", relembrou.

Veja também