Aguarde...

ACidadeON

Esportes

Após saídas de Balbuena e Sidcley, Cássio pede reorganização de defesa corintiana

futebol Corinthians Cássio

| Estadao Conteudo

O goleiro Cássio antecipou seu retorno aos treinamentos do Corinthians e estará no amistoso desta quarta-feira, às 20 horas, contra o Cruzeiro, na Arena em Itaquera. Após servir a seleção brasileira na Copa do Mundo, o jogador volta ao clube com o sistema defensivo modificado. "Temos de nos reorganizar", afirmou, em entrevista coletiva nesta terça-feira.

Durante a parada do Mundial da Rússia, o Corinthians perdeu metade de sua defesa titular. O lateral-esquerdo Sidcley, que estava atuando após ser emprestado pelo Atlético-PR, foi negociado pelos paranaenses com o Dínamo de Kiev, da Ucrânia. E o zagueiro Balbuena foi vendido ao West Ham, da Inglaterra.

Além deles, o volante Maycon foi para o Shakhtar Donetsk, também da Ucrânia, e Cássio ainda viu o preparador de goleiros, Mauri Lima, deixar o clube para assinar com o Al-Wehda, da Arábia Saudita, do técnico Fábio Carille.

"Sabemos que o Corinthians tem muita exposição e os jogadores vinham atuando em alto nível. Aqui estamos sempre sujeitos a mudanças e temos de nos reorganizar, porque o Corinthians continua. Vão fazer falta", comentou o arqueiro alvinegro, que ainda pode perder a companhia do lateral-direito Fagner, que está sendo sondado após sua participação na Copa. "Não sei se tem proposta", despistou o camisa 12.

O retorno antecipado de Cássio à meta da equipe tem dois motivos: visa a rápida adaptação às alterações nas peças da zaga e às mudanças táticas sugeridas pelo técnico Osmar Loss.

"Quanto mais treinar melhor para a organização defensiva, de repente a bola parada... Conversei um pouco com ele (Loss) e colocou algumas coisas do jeito dele. Quanto mais rápido estivermos a par disso, melhor. Depois não tem muito tempo para treinar, é jogo direto", explicou o goleiro, ao revelar ainda que a volta ao trabalho apaga mais rapidamente a dor da eliminação do Brasil nas quartas de final do Mundial da Rússia para a Bélgica, por 2 a 1. "Realizei meu sonho, foi muito legal estar na seleção, mas ficou no passado. Agora meu foco volta a ser o Corinthians."

Um dos mais experientes do atual elenco, ao lado do meia Danilo, Cássio falou sobre a fórmula para o time paulista reencontrar o caminho das vitórias e continuar a ganhar títulos.

"Temos de ter o espírito do Corinthians, que é o mesmo de antes de eu estar aqui. Aprendi com Alessandro, Danilo, Júlio César... Ano passado foi prova do estilo Corinthians. Pode faltar qualidade, mas não pode faltar vontade. Todo mundo em sintonia, todo mundo tem de entender como é jogar no Corinthians. Eu, Romero, Danilo e Ralf temos de continuar essa história e passar para os outros como é jogar no Corinthians", finalizou.

O alvinegro volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no dia 18, na Arena Corinthians, em São Paulo, contra o Botafogo, pela 13.ª rodada. A equipe está na décima posição, com 16 pontos, um a menos do que os cariocas.

Veja também