JÁ É CADASTRADO?

Informe seu e-mail e senha para ter acesso a todo conteúdo do site:

ou
ainda não tem cadastro?

ACidadeON

Esportes

Com confusão em Natal, Sampaio Corrêa elimina o ABC e decidirá a Copa do Nordeste

futebol Copa do Nordeste ABC Sampaio Corrêa

| Estadao Conteudo

O Sampaio Corrêa fez história e será o primeiro time do Maranhão a disputar uma final da Copa do Nordeste. Nesta quinta-feira, a equipe de São Luís empatou com o ABC por 1 a 1, no estádio Frasqueirão, em Natal, na partida de volta da semifinal. O jogo, no entanto, ficou manchado por cenas tristes no fim. A torcida potiguar, revoltada com a marcação de um pênalti, invadiu o gramado e atirou pedras de gelo contra o trio de arbitragem, sendo contida pelo policiamento.

Dentro de campo, os jogadores também não deram um bom exemplo e se envolveram em lances violentos e uma confusão generalizada nos últimos minutos da partida que acabou com um jogador expulso de cada time.

Como já tinha vencido na ida por 1 a 0, o Sampaio Corrêa avançou para a grande decisão e enfrenta o Bahia, que passou pelo Ceará com uma vitória também por 1 a 0 e um empate sem gols. Por ter campanha melhor ao longo da competição, o time baiano tem a vantagem de decidir em casa. O primeiro jogo da final, com mando maranhense, será no estádio Castelão, em São Luís.

O primeiro tempo foi bem estudado, com os dois times evitando se lançar ao ataque para não deixar espaços para o adversário. O ABC tentava ficar com a bola, mas acabava sofrendo com os contragolpes do Sampaio Corrêa. Na melhor chance antes do intervalo, o time da casa quase abriu o placar com Higor Leite, recebendo do lateral-direito Arez. No entanto, a finalização foi bloqueada pelo meia Diego Silva, que se atirou na bola.

Precisando da vitória por 1 a 0 para levar a decisão para os pênaltis, o ABC adotou postura mais ofensiva na segunda etapa e passou a pressionar em busca do gol. Mesmo assim, o time potiguar não mostrava criatividade para vazar a forte defesa do Sampaio Corrêa, que só tinha sofrido três gols até então na Copa do Nordeste.

Para definir a classificação, o time visitante ainda saiu na frente no placar aos 34 minutos. João Paulo invadiu a área e a bola sobrou para Uilliam, que foi derrubado por Maxwell dentro da área. Fernando Sobral cobrou a penalidade máxima com tranquilidade e marcou o gol.

Em desvantagem no placar, torcedores do ABC se revoltaram com a arbitragem. Muitos deixaram o estádio antes mesmo do final da partida enquanto que outros, mais exaltados, chegaram a invadir o gramado, mas foram contidos por profissionais do próprio clube até que o policiamento chegasse.

Após mais de 15 minutos de paralisação, a bola voltou a rolar. Sob muitos protestos e vaias da torcida, o jogo se encaminhou até o fim. O ABC ainda empatou com Erivelton, completando cobrança de falta de Higor Leite, mas a reação parou por aí.

Nos minutos finais, vários jogadores ainda se envolveram em uma confusão generalizada, resultando nas expulsões de Maxwell e Wellington Rato.

Veja também