Aguarde...

ACidadeON

Esportes

Em Florianópolis, Oeste surpreende o Figueirense e já sonha com o G4 da Série B

futebol Série B Figueirense Oeste

| Estadao Conteudo

O Oeste provou mais uma vez que se dá bem contra adversários da parte de cima da tabela de classificação. O time paulista já venceu o Fortaleza e o Avaí e agora passou pelo Figueirense por 2 a 1, em partida realizada nesta segunda-feira no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela 15.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Com a derrota, o time catarinense perdeu a oportunidade de entrar no G4 e acabou a segunda-feira na sétima posição com 22 pontos, contra 23 do Vila Nova, o quarto colocado. Foi a sua segunda derrota seguida em casa porque na rodada anterior tinha perdido pela Ponte Preta por 2 a 0. O Oeste, por outro lado, se recuperou da derrota por 1 a 0 para o Guarani e começa a sonhar com o acesso. O time paulista aparece em 10.º lugar, com 21.

O Oeste não deixou o Figueirense respirar dentro de campo. Em 54 segundos, o clube paulista abriu o placar, silenciando o estádio Orlando Scarpelli. Em cobrança de escanteio, Leandro Amaro subiu entre os zagueiros e cabeceou para o fundo das redes.

Com o gol, o Oeste se fechou, claramente tentando segurar o resultado. Com isso, o Figueirense ficou com a posse de bola, mas com pouca objetividade. Foi bem quando as vaias começavam a aparecer nas arquibancadas que o time da casa descontou na mesma moeda. Aos 42 minutos, João Paulo cobrou escanteio para Cleberson. O zagueiro testou firme para deixar tudo igual.

O segundo tempo começou com pouca inspiração por parte de ambas as equipes. O jogo foi só ganhar em emoção a partir dos 26 minutos, quando Pedrinho aproveitou a sobra na cobrança de falta que parou no travessão de Denis para colocar o Oeste na frente do placar mais uma vez.

Em desvantagem, o técnico Milton Cruz tirou o lateral-direito Raul para colocar o atacante André Luis. O Figueirense foi com tudo para o ataque, mas não conseguiu o empate. A melhor oportunidade ficou na cabeçada de Zé Antônio, que parou no milagre do goleiro Tadeu.

Na próxima rodada, a 16.ª, o Figueirense visita o Guarani na próxima terça-feira, às 21h30, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP). Já o Oeste recebe no dia 21 (sábado), às 19 horas, o Paysandu na Arena Barueri, em Barueri (SP).

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE 1 x 2 OESTE

FIGUEIRENSE - Denis; Raul (André Luis), Eduardo Bauermann, Cleberson e João Paulo; Zé Antônio, Matheus Sales, Felipe Amorim (Juninho), Gustavo Ferrareis e Daniel Costa (Maikon Leite); Henan. Técnico: Milton Cruz.

OESTE - Tadeu; Adriano Alves, Joilson, Leandro Amaro e Conrado (Guilherme Romão); Lídio, Betinho e Claudinho (Léo Ceará); Bruno Lopes (Raphael Luz), Pedrinho e Bonilha. Técnico: Roberto Cavalo.

GOLS - Leandro Amaro, aos 54 segundos, e Cleberson, aos 42 minutos do primeiro tempo; Pedrinho, aos 26 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Cleberson, Zé Antônio e Felipe Amorim (Figueirense); Bruno Lopes e Betinho (Oeste).

ÁRBITRO - Emerson de Almeida Ferreira (MG),

RENDA - R$ 67.062,00.

PÚBLICO - 3.157 pagantes.

LOCAL - Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).

Veja também