Aguarde...

ACidadeON

esportes

Inglaterra derrota a Suécia e volta a semifinal após 28 anos

Nas quartas de final realizada neste sábado (7), em Samara, os ingleses conseguiram impor posse de bola sobre a organizada Suécia

| FOLHAPRESS

Jogadores da Inglaterra comemora gol sobre a Suécia (Foto: Francisco Seco / Associated Press / Estadão Conteúdo)

Após 28 anos, a Inglaterra está de volta a um jogo de semifinal de uma Copa do Mundo. Nas quartas de final realizada neste sábado (7), em Samara, os ingleses conseguiram impor seu jogo de posse bola sobre a organizada Suécia. Com um futebol simples e eficaz, venceram por 2 a 0, com um gol em cada tempo, e já estão entre as quatro melhores seleções do torneio.  

O primeiro gol do jogo, aos 29min, veio bem ao estilo inglês nesta Copa do Mundo. Após uma cobrança de escanteio precisa do ala esquerdo Young, o zagueiro Maguire, do Leicester, com os seus 1,93 m de altura, fez seu primeiro gol em um jogo internacional.  

O segundo gol, aos 12min da etapa final, também saiu de um cruzamento, mas com a bola rolando.  

Trippier começou a jogada pela direita. Sem ter como cruzar, passou para Lingard. O meio-campo inglês lançou na pequena área. Dele Alli, também de cabeça e sem marcação, marcou o primeiro gol dele na Copa do Mundo da Rússia.  

A proposta da Suécia, que era de jogar na defesa e partir nos contra-ataques, não surtiu efeito. Nos primeiros 45 minutos, os escandinavos não deram nenhum chute ao gol. A Inglaterra ficou mais com a bola (60%) e conseguiu neutralizar todas as jogadas em que os adversários tentavam acelerar pelos lados do campo.  

No segundo tempo, os suecos chegaram mais ao gol inglês e finalizaram três vezes com perigo. Mas o goleiro Pickford, que atua pelo Everton, fez três boas defesas e teve participação decisiva na classificação inglesa.  

Sem conseguir ser eficaz, como nas outras partidas neste Mundial, a Suécia perdeu a chance de volta a jogar uma semifinal de Copa do Mundo depois de 24 anos. A última havia sido contra o Brasil, em 1994, nos Estados Unidos.  

Com a classificação, os ingleses esperam pelo vencedor de Croácia e Rússia, que jogam na tarde deste sábado, em Sochi, para saber quem vão enfrentar nas semifinais. Enquanto França e Bélgica jogam na terça-feira (10), em São Petersburgo, o time inglês vai disputar a semifinal marcada para quarta-feira (11), em Moscou.  

Se em 1990, quando estiveram pela última vez entre os quatro melhores times do mundo, a Inglaterra caiu na semifinal, o discurso agora é o de mudar a história.   

Naquele Mundial, também em solo europeu, os ingleses perderam para a Alemanha na semifinal e depois para a Itália, os donos da casa, na disputa do terceiro lugar.   


Desde 1966, quando foram campeões em casa, único título dos inventores do futebol moderno até hoje, a Inglaterra não aparece em uma decisão de Copa. Na Rússia, não é apenas o fato de ter chegado às semifinais que tem empolgado bastante os torcedores ingleses que em sua grande maioria preferiram ficar na Inglaterra.  
Na primeira fase, ao vencer por 6 a 1 o Panamá, a Inglaterra obteve a sua maior goleada em uma Copa do Mundo. Nas oitavas de final, outra surpresa. Os ingleses, que nunca haviam vencido uma disputa de pênaltis em um Mundial, das três que haviam disputado até então, conseguiram ganhar uma, contra a Colômbia.  

Estar de volta a uma final, na Rússia, será outra marca histórica que os comandados do ex-jogador Gareth Southgate poderão conseguir na quarta-feira.   
Pelo menos até agora, um dos objetivos citados por ele quando assumiu o cargo em 2016, o de recuperar o estilo de jogo de atuar dos ingleses, está dando certo.  

O resultado a favor da Inglaterra fez vibrar a pequena, mas barulhenta torcida inglesa presente em Samara. Foi o último jogo da Copa na cidade. Mesmo assim, a arena não estava totalmente lotada. O público foi de quase 40 mil pessoas, cinco mil a menos do que a capacidade do estádio.  

Os ingleses passaram todo o segundo tempo cantando que estão indo para Moscou. Onde terão a semifinal, mas também poderão jogar a final do Mundial.  

Inglaterra venceu a Suécia por 2 a 0 e se classificou para a semi-final

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também