Publicidade

Game ON

Jogamos Reverie Knights Tatics, inspirado no RPG Tormenta

O jogo é inspirado no sistema de RPG brasileiro Tormenta 20 e vai agradar tanto os fãs no estilo digital quanto os adeptos do estilo de mesa

| Game ON TV -

 

 

 

O final da década de 90 e início dos anos 2000 foram muito bons para os jogadores de RPG de mesa. Diversos sistemas sendo lançados, muita gente boa produzindo conteúdos de qualidade e por aí vai. Nesse cenário, surgiu uma revista chamada Dragão Brasil, especializada em RPG. Eles foram responsáveis pelo lançamento do mais importante cenário de RPG nacional, o mundo de Tormenta.  

Infelizmente, o RPG de mesa entrou em um certo declínio no final dos anos 2000, apesar de se manter forte e com fiéis seguidores. O próprio Tormenta RPG continuou existindo, recebendo diversos materiais ao longo dos anos, como livros, novos conteúdos etc. E, para alegria dos fãs, todos esses materiais foram reunidos, consolidados, ajustados e aprimorados ao longo de 20 anos, resultando no Tormenta 20, o sistema oficial da Jambô Editora. 

Mas faltava uma coisa. Ao contrário de outros títulos de RPG de mesa, que foram para o mundo dos computadores, como Neverwinter e Baldurs Gate, o Tormenta não tinha ido. Até agora... 

A 40 Giants em parceria com diversos estúdios, como 1C Entertenimet, Hype Animation, Publishing e a Jambô, está lançando Reverie Knights Tatical, jogo inspirado no sistema Tormenta. O prólogo já está disponível na Steam e pode ser acessado clicando aqui. Nós jogamos e não nos arrependemos nenhum pouco.  As primeiras impressões do jogo foram as melhores.  

Usar um sistema já conhecido e consagrado, como o Tormenta, foi uma ótima ideia e muito positiva, pois é um ambiente muito rico e detalhado. Quem conhece o sistema e a trajetória criada pela Jambô vai reconhecer facilmente os personagens e o enredo. Quem não conhece, também não vai perder a diversão, mas talvez se sinta um pouco deslocado no começo.  

Em resumo, a história do jogo é inspirada na HQ Dangeon Crawlers, onde um grupo de aventureiros se une para recuperar os conhecimentos perdidos em Lenórienn, antiga cidade élfica do mundo de Arton, que foi destruída pela Aliança Negra. Por isso, vamos ver personagens da HQ e do sistema no jogo... 

Mas, o que realmente agradou, foi o estilo do jogo. A jogabilidade lembra muito o RPG de mesa, com turnos, pontos de ação e até o mapa quadriculado, que interfere diretamente nas jogadas. Isso, com certeza, vai agradar os fãs fiéis.  

O desenrolar do jogo também ficou bem bacana, seguindo uma história linear, mas que sofre interferências de acordo com o andamento do jogo, as decisões tomadas e os diálogos realizados. Unindo um pouco o point-and-click, podemos interagir com o ambiente e personagens, deixando todo o jogo mais rico.  

A grande sacada é que o jogo está em inglês, com legendas e textos em português, permitindo que ele ganhe projeção internacional. Ele também está previsto para Nintendo Switch, Xbox One e PlayStation 4. 

Confira, no gameplay, a primeira parte do Prólogo de Reverie Knights Tatical. 


Publicidade